As noivas famosas mais bonitas (e ousadas)

top6

Já falei aqui antes que maio é o mês das noivas. Uma das dúvidas mais comuns, entre tantos itens para se preocupar até o grande dia, é a escolha do vestido. São tantas opções lindas que é normal enlouquecer e querer usar três modelos diferentes na mesma noite. Eu mesma, que estou muito longe de qualquer possibilidade de casamento, já tenho umas quatro versões de vestidos que usaria.

Nesse momento, vale se inspirar nos modelito usadas por celebridades e, claro, respeitar o próprio gosto. Eu, por exemplo, sou extremamente clássica quando o assunto é casamento. Gosto muito daquela ideia de noiva do tipo princesa, com vestido rendado e bem longo, véu e por aí vai. Até aceito umas opções mais descoladas para meninas que não curtem muito essa tradição toda.

Pensando nisso, preparei uma lista com os vestidos mais famosos e originais (alguns até ousados) para entrar no clima do mês e ainda ajudar as noivinhas de plantão. Todas prontas? Então vamos lá:

Kate Middleton

Não tem para ninguém: Kate é linda, fina e elegante de qualquer jeito e ocupa o número 1 na minha lista de vestidos de casamento desde que se uniu ao Príncipe William em abril de 2011. Sou um pouco paranoica com o tamanho dos meus braços e sempre digo que, se um dia eu me casar, o vestido com certeza terá mangas compridas. E não é que a danada optou por um vestido que cobria justamente os braços?

vestido-noiva-kate-middleton-01

Para fazer parte de vez da realeza britânica, nossa duquesa favorita escolheu um modelo clássico da grife do estilista Alexander McQueen. Como a festa era tradicional e cheia de regras, Kate optou por um vestido mais fechado e superfeminino, rendado e mais estruturado na parte de cima, que também tinha um decote em “V” – recurso que valoriza o colo. Não é à toa que muitas noivas se inspiram nela até hoje. Puro poder, né?

Olivia Palermo

Olha aí um ótimo exemplo para quem pretende fugir da tradição. Moderninha que só, a it girl Olivia Palermo sempre arrasa onde passa por conta dos looks descolados que usa. Essa garota sabe como ninguém o que é ter estilo. Sério, nunca a vi mal vestida. Por todas essas razões, era normal que ela ficasse ainda mais linda no dia do seu casamento, que aconteceu no ano passado.

 olviapalermo

Olivia escolheu um mix de três peças da estilista Carolina Herrera: suéter de cashmere, short e saia transparente de tule e cetim por cima. Ousado?  Sim. Mas é como disse lá em cima: funciona muito para quem é estilosa por natureza. Mas vale lembrar que a Oli usou o modelito durante a união no civil. Em festas chiques e tradicionais, é algo que pode chocar além da conta.

Angelina Jolie

Já fiz uma análise do estilo da Angie e comprovei porque ela merece estar na lista das celebridades mais bem vestidas. Mas ela não se contenta em estar sempre linda, ser mãe de seis filhos e ainda a esposa de um dos atores mais bonitos do mundo. Ela também quis chamar a atenção no dia de seu casamento e conseguiu. No ano passado, ela e Brad se uniram em uma cerimônia realizada na capela de um castelo na França.

 foto-1-1-297x300

A noiva até poderia seguir a linha princesa, mas optou por um modelo assinado por Luigi Massi, da Versace, em que o destaque eram os desenhos feitos pelos próprios filhos. A ideia pode parecer estranha, mas ficou tão fofo. De longe, mais parece que o vestido é estampado com flores e outros motivos. Mas, ao ver os desenhos, a gente percebe que o modelito é realmente a cara dela. Afinal, todas nós sabemos o quanto ela parece amar essas crianças. A ideia é muito boa e inspiradora, mas também só funciona em quem tem estilo, ok?

Gwen Stefani

Conheço muita gente que não sonha em usar branco no dia do casamento. Nessa lista, a grande maioria quer usar um vestido com tons de rosa. Muitas famosas pensam da mesma forma e provam que é possível fazer bonito de uma forma diferente. Como exemplo, aqui está a maravilhosa Gwen Stefani que usou um modelo em que a barra tinha um degradê rosa. A própria noiva conta que gostou tanto do resultado, criado por John Galliano, que a considera uma verdadeira obra de arte.

 gwencasamento

Gwen pode não ter sido a primeira a romper as barreiras do casamento tradicional, mas inspirou outras celebs. Ao se casar com o astro Justin Timberlake, Jessica biel usou um tomara-que-caia rosa bem clarinho assinado por Giambattista Valli. Mesmo com a cor diferente, tinha todo o ar de princesa que as noivas amam. Já a atriz Kaley Cuoco teve a mesma ideia, mas preferiu um tom mais forte de rosa no modelo desenvolvido por Vera Wang. Sou mais o modelo branco tradicional, mas não condeno quem quer dar uma cara diferente para a festa.

Keira Knightley

Assim como a Olivia Palermo, a atriz Keira Knightley é bem fiel ao seu estilo. Apesar de alguns looks não agradarem, ela segue firme em uma linha romântica e mais bonequinha. Por isso, usa e abusa de estampas fofas, laços, babados e por aí vai. No dia de seu casamento, ela preferiu seguir uma proposta mais moderninha que conseguiu surpreender por combinar perfeitamente com ela.

 keira-knightley-vestido-noiva-interna

Existe uma regra de que noivas não podem se casar com vestidos curtos. Eis que Keira apareceu com look Chanel composto por um tomara-que-caia na altura dos joelhos com top sequinho e saia bufante. O jeitão clássico ficou por conta do cardigã, que tirou o ar descontraído e trouxe uma leitura mais urbana. E ela ainda circulou pela festa de óculos escuros. Adoro quando noivas têm atitude, mas é algo que pode chocar, então prefira usar um modelito assim em festas mais informais.

Eliana

A única representante brasileira desta lista está aqui por um simples motivo: foi uma das primeiras a usar duas peças (top + saia) e subir ao altar com a barriga de fora em um modelo criado por Walter Rodrigues. Muito antes da moda dos top croppeds, a apresentadora escolheu um modelo que ficava bem justo no corpo e exaltava o corpo em forma. A saia longa era bem sequinha justamente para combinar com a parte de cima, que era mais ousada.

 noivas-famosas-13

Na época em que ela se casou, tinha um programa que passava de tarde e que eu adorava assistir. Então achei que foi uma proposta original, fofa e que tinha tudo a ver com ela. Hoje não sei se me agrada muito. Foi até válido por ter sido uma festa mais informal, mas ainda assim acho que é algo que só fica bem em poucas pessoas. De qualquer forma, é mais uma boa opção para quem está em busca de um vestido diferente.

Gostaram das sugestões? Seja para quem está com a data marcada seja para quem sonha em subir ao altar, a dica é anotar todas as ideias antes de escolher o modelo ideal.

Top 5 – As celebridades mais bem vestidas

Já contei algumas vezes que eu tenho um estilo bem menininha na hora de me vestir. Curto muito o estilo ladylike e normalmente caio de amores por famosas que seguem essa tendência. Então, quando pensei em fazer um post sobre as celebridades mais bem vestidas e comecei a pesquisar quem entraria nesse top 5, percebi que acabei escolhendo famosas que fazem uma linha mais romântica.

Por fim, vi que essa seleção é bem pessoal. Acabei mesclando com celebs que são unanimidades quando o assunto é bom gosto e outras que até curtem uma pegada menininha, mas sabem como deixar as produções mais modernas. Ficou curiosa para saber de quem estou falando? Então vamos lá:

Taylor Swift

IMG_1110[1]

Houve uma época em que eu pegava muito no pé da Taylor. O principal motivo alguns já sabem: acho uma idiotice sem fim fazer músicas apenas para falar mal de ex (quem perde tempo exaltando ex, gente?). Também odiava aquela cara de bunda que ela sempre fazia – e ainda faz, eventualmente – e não suportava o fato de ela sempre, SEMPRE, usar vestidinhos em tons pastel. Preguiça, sabe?

Mas um milagre aconteceu. Depois de se tornar melhor amiga da top Karlie Kloss, ela mudou completamente seu estilo. Primeiro, investiu em roupas que valorizavam seu shape. Os vestidos caretas deram lugar a opções de cores mais fortes, com recortes modernos e muitos tecidos metalizados. No ano passado, Tay adotou o corte long bob, malhou horrores e hoje usa e abusa dos top croppeds.

Cansa? Olha, até cansa. Mas ela está tão linda e rejuvenescida que comecei a querer o guarda-roupa dela para mim. E nunca mais vi a moça errar em uma premiação. As revistas internacionais concordam comigo: em várias delas, a cantora aparece com o primeiro lugar na lista das mais bem vestidas.

Marina Ruy Barbosa

IMG_1120[1]

Eita menina linda essa Marina, né? Não bastasse o rostinho de boneca, ela ainda tem o cabelo mais cobiçado do mundo. Dez entre dez mulheres fariam qualquer coisa para viver pelo menos um dia com aqueles fios ruivos. Pois bem, a garota foi extremamente criticada por não ter cortado o cabelo na novela Amor à Vida e apareceu, meses depois, com os fios na altura dos ombros para viver Maria Isis na já saudosa Império.

E desde que assumiu esse corte, Marina passou de uma simples menina para um mulherão. Seu estilo continua igual, mas parece que agora está muito mais poderoso. Ela adora um vestido rendado, curte camisas com babados combinadas com calça flare e ama misturar tendências. Vou confessar logo: sou muito, mas muito fã do gosto da Marina.

Alguém parou para pensar que ela só tem 19 anos?  Imaginem como ela será aos 25, ícone total de moda. Por isso, digo com toda a certeza de que ela é, para mim, a mulher mais bem vestida do Brasil. Arrasa, garota!

Blake Lively

IMG_1125[1]

Me julguem: nunca assisti Gossip Girl. Tentei uma vez, mas fiquei com tanta preguiça da protagonista Serena que mudei de canal em cinco minutos. Além de achar a personagem chata, meu santo não bateu com o da Blake Lively.  É até estranho falar isso agora, mas eu a achava estranha e até um pouco feia. Por isso, nunca reparei muito nela fora da TV.

Mas está aí a prova de que um amor faz muito bem à nossa vida. Blake fez par romântico com Ryan Reynolds no filme Lanterna Verde e a paixão entre os dois foi para a vida real. O namoro foi anunciado logo depois e, em pouco tempo, eles se casaram. Ali já dava para perceber a mudança no estilo da atriz.

Depois que começou a ser vista ao lado do boy, Blake começou a usar vestidos esvoaçantes, peças supermodernas que valorizavam seu corpo e se tornou um ícone de estilo e de beleza (quem não se lembra daquela foto em que ela aparece com a trança rabo-de-peixe?). No ano passado, ela anunciou que estava grávida e aí sim chamou nossa atenção. Ela provou que dá para exibir o barrigão com muita classe e sofisticação. Babei em todos os looks de gestante dela, que eram zero caretas. Foi totalmente inspirador. Quando tiver meus filhos, quero andar como ela.

Emma Stone

IMG_1131[1]

Outra pela qual eu tinha uma birra terrível. Sempre achei a Emma uma boa atriz e gostei de praticamente todos os filmes que ela fez. Mas aí ela começou a namorar o Andrew Garfield – com quem contracenou nos dois longas recentes do Homem Aranha – e, como eu gosto muito dele, rolou uma invejinha básica (Sim, eu sei que eles terminaram recentemente e, quem diria, fiquei muito triste)

Os anos se passaram e, como ela continuava a fazer ótimos filmes, resolvi dar uma chance. Comecei a perceber o quanto ela é fofa. Depois que eu vi um vídeo em que ela cai na conversa de um apresentador que disse de brincadeira que iria promover o encontro dela com as Spice Girls, descobri que ela é gente como a gente. Nascemos no mesmo ano, passamos pela mesmas situações e entendo o motivo de tanta loucura pelas garotas da girl band (elas eram um ícone na nossa infância).

No quesito moda, então, Emma arrasa. Ela adora trazer elementos novos para os looks, mas faz tudo de uma maneira tão sutil que a gente nem percebe. Neste ano, ela surpreendeu com o macacão usado no Globo de Ouro e com o vestido transparente ousadíssimo doSAG Awards. Passei a torcer muito para ela e sempre fico na espera de uma nova produção surpreendente.

Angelina Jolie

IMG_1136[1]

Sabe aquela pessoa que nunca erra? Ela atende pelo nome de Angelina Jolie. Há uns 15 anos, quando deixou seu lado rebelde de lado e passou a ser uma pessoa do bem e preocupada com as causas mundiais, Angie briga com classe pelo posto de mulher mais bonita do planeta. Dá até raiva, não dá? Precisava ser tão linda?

Fato é que a senhora Brad Pitt sabe que tem poder e faz questão de caprichar na escolha dos looks que usa em premiações. Normalmente, aparece com vestidos tomara que caia ou com mangas compridas em tons sóbrios, como verde-escuro, preto e branco. Ok, ela não varia muito, mas alguém acha que é necessário? Ela é linda de qualquer jeito.

Até mesmo no dia a dia, quando usa roupas mais despojadas e largas. Pois é, até mesmo normal, com a dupla camiseta branca + jeans, ela consegue se destacar. E o que falar do vestido de noiva que escolheu, que trazia desenhos dos seis filhos? É aquela velha história: estilo é para poucas e a Angie é uma delas.

3 tendências do inverno 2015 para cabelos

woman with beautiful curly hairs

Depois de dez dias dedicados a contar tudo o que é necessário saber sobre as próximas estações, o post de hoje encerra a série com dicas muito especiais para quem pretende aproveitar o friozinho para mudar de visual. A época é realmente propícia para passar no salão, já que a ausência de sol e piscina ajuda a manter os fios mais saudáveis e hidratados. Em resumo: mudar a cor do cabelo é a alternativa perfeita para recuperar os danos do verão.

Neste ano, a proposta de assumir tons mais naturais continua em alta. Cores muito abertas e impactantes estão cada vez mais longes. Gosta de ousar? Então trate de se animar porque também existem versões para quem adora chamar atenção. Vamos conhecer as três principais técnicas que farão o maior sucesso nos próximos meses?

Strawberry Blonde

1738Todas sabemos que as ruivas estão mais poderosas do que nunca. Ao contrário de outras temporadas, em que a cor do momento se aproximava do vermelho vivo, o próximo inverno será de mulheres que querem passar a sensação de que nasceram com os fios avermelhados. A técnica batizada como Strawberry Blonde traz uma brincadeira no próprio nome e apresenta fios que ficam entre o ruivo e o loiro.

Feita com tintas especializadas, o método exige um conhecimento avançado para identificar o melhor tom para cada pessoa (erros podem deixar o cabelo laranja), por isso é ideal que seja feito por profissionais. Mais indicado para mulheres branquinhos, age melhor em cabelos loiros. Nada impede, no entanto, que donas de fios castanhos encarem um processo de clareamento para então entrarem para o mundo das ruivas.

Com base loira e mechas avermelhadas, o Strawberry Blonde já caiu no gosto de famosas como Julianne Moore, Amy Adams e (a linda) Jessica Chastain.

Ice Blonde

christina-aguilera-2013-11-american-music-awards-la-2015-gallery-rex__largeJá faz um tempo que os fios platinados fazem sucesso. Nesta temporada, o método que deve ficar em alta é o Ice Blonde, que assume uma cor próxima do loiro gélido, ou seja, quase branco. A proposta é tirar aquele aspecto amarelado de cabelos claros e trocar por algo mais natural. Para que o resultado não fique artificial, o segredo é fazer a transformação aos poucos e com tons que combinem com o seu tom de pele.

Especialistas afirmam que o Ice Blonde só deve ser usado por mulheres que possuem os fios claros naturalmente. Se for em branquinhas com olhos claros, então, o efeito é ainda melhor. A técnica é demorada e envolve descolorir os cabelos e aplicar um matizador para desamarelar os cabelos. Além disso, é bom avisar: ser loira envolve cuidados constantes, principalmente no quesito hidratação. Um dia da semana pelo menos deve ser reservado para essas rotinas capilares.

Símbolo de feminilidade e poder, o Ice Blonde foi escolhido por famosas como Christina Aguilera, Gwyneth Paltrow, Gwen Stefani e Miley Cyrus.

Castanhos naturais

Oz the Great and Powerful PremiereSe você é do tipo que adora o seu tom de castanho, pode ficar feliz. Os fios amarronzados aparecem com tudo neste inverno e têm a missão de ajudar a espalhar a naturalidade. Ou seja, os cabelos possuem a mesma cor da raiz às pontas. A base da vez é homogênea e serve justamente para ajudar na missão de unificar os tons (além de esconder aqueles terríveis fiozinhos brancos).

Muitas mulheres sentem que ficam com um ar mais pesado quando usam uma única cor no cabelo. Se esse é o seu caso, opte sem medo pelas mechas irregulares. O nome parece confuso? Pois pode ficar tranquila: é um método muito simples que propõe mechas bem fininhas e intercaladas ao redor dos fios. Ou seja, são zero marcadas e aparecem soltas em determinadas regiões para iluminar e rejuvenescer a face.

Donas de castanhos invejáveis, as atrizes Mila Kunis, Jessica Biel e Angelina Jolie, além da top Izabel Goulart, são alguns dos exemplos para se inspirar agora mesmo.

Lala Rudge assina coleção para Riachuelo

lala-rudgeRiachuelo_MakingOf-466

2015 realmente promete ser tentador para as apaixonadas por coleções de fast fashion assinadas em parcerias por estilistas, marcas e celebridades. Uma das novidades mais aguardadas deste ano – muita gente, aliás, está esperando desde o ano passado – finalmente chegou às lojas. Não faz ideia do que estou falando? Pois fique sabendo que a blogueira Lala Rudge acaba de lançar uma série de peças para a Riachuelo. As roupas chegaram às araras nesta terça (17) e prometem ser um sucesso absoluto.

Tenho a sorte de morar ao lado de dois shoppings que têm lojas de departamento, então corri hoje mesmo (depois de quase não aguentar de tanta ansiedade) para conferir a coleção mais de perto. Pelas fotos que soltaram dias antes do lançamento, deu para perceber a quantidade de coisas lindas. Por isso, entrei na loja com a minha wishlist em mãos e já preparada para fazer aquele estrago no cartão.

A proposta da coleção foi reproduzir algumas das peças mais usadas pela blogueira. Para quem não sabe, a Lala é uma das bloggers mais conhecidas do Brasil e dona de um estilo clássico/romântico bem próprio. Como assim? Ela é fã de itens coringas, como calças de couro, mas também adora sair por aí com vestidos rodados feitos de renda. Para ser sincera, eu piro no closet dela, gente!  Queria tudo para ontem – e o corpitcho da moça também, claro!

 Roupas-Lala-Rudge-para-Riachuelo--750x583 Vestido-Lala-Rudge-para-Riachuelo-750x583

Depois de analisar algumas das peças-chave da coleção, como essas aí de cima, podemos concluir que elas giraram em torno das cores favoritas da Lala: preto, branco, cinza e pink. Já que estamos quase no outono, tem muita calça (a maioria no modelo flare), jaquetas bomber, blazers e blusinhas de manga comprida. Mas, para manter o clima romântico no ar, há uma infinidade de vestidos e sainhas.

Achei que encontraria a mulherada puxando cabelo para garantir as últimas peças, mas, pelo menos na loja em que fui, estava muito tranquilo. Pude olhar tudo à vontade. Talvez por ter ido cedo, vi que ainda tinham muitas variedades dos modelos nas araras. O que isso significa? Deu para achar facilmente o meu tamanho, o que é ótimo.

Sinceramente achei que há poucas roupas. Estou acostumada com aquelas coleções cheias de opções, mas essa é mais enxuta. Tem um lado bom: evita aquela indecisão terrível na hora de escolher o que vai levar para casa. Precisa de outro incentivo? Anote aí: dá para ter a imitação do closet da Lala por valores entre R$ 49,90 e R$ 199,90. Achei até que razoável.

lala-rudge-para-riachuelo-650x412

O que eu mais gostei? O vestido rosa rodado bem Barbie. Veste tão bem, gente! Levei para casa sem nem pensar duas vezes. Amei também as blusinhas listradas e estampadas ao estilo Pied de Poule. As calças de couro, então, são maravilhosas. Mas já tenho algumas no closet e preferi escolher aquilo que realmente faria diferença no meu armário.

Para resumir, é uma coleção bem fofa e perfeita para quem adora explorar o lado menininha. Tudo é muito lindo! Vale a pena conferir e, quem sabe, fazer aquela loucurinha com o cartão de crédito. Quem nunca?

Fotos: Divulgação

10 motivos que fizeram Boogie Oogie ser a melhor novela dos últimos tempos

600x343xLogo-Boogie-Oogie.jpg.pagespeed.ic._35xxnwKRN

Esse talvez seja o único post deste blog que eu escrevo com um aperto muito grande no meu coração. Gosto de novelas desde que me entendo por gente e já acompanhei várias histórias, mas recentemente era difícil algo me prender em frente à televisão. Até que começou Boogie Oogie e eu passei a ver sem esperar muita coisa. Quando percebi, estava completamente viciada (tipo seriado norte-americano).

Nesta sexta (06), depois de oito meses no ar, a novela chega ao fim. A tristeza que toma conta de mim quando digo isso é que, como ela ocupa a faixa das 18h, eu programei para gravar os capítulos todo esse tempo. Resultado: em quase 27 anos de vida, foi a única novela que eu vi do começo ao fim, sem pular nada. Desse modo, é normal a gente se apegar, vai? Antes de pegar meu lencinho e dizer adeus, preparei uma lista dos motivos que fizeram com que fosse a melhor novela que eu vi nos últimos anos. Dá uma olhada:

1. Trama rápida e ágil

Um dos melhores barracos da novela, para mim, foi quando o Elísio (Daniel Dantas) descobriu que tinha sido traído pela esposa Beatriz (Heloísa Perissé)

Um dos melhores barracos da novela, para mim, foi quando o Elísio (Daniel Dantas) descobriu que tinha sido traído pela esposa Beatriz (Heloísa Perissé)

Ninguém esperava muita coisa da novela, até porque o autor – o português Rui Vilhena – era desconhecido do público e fazia sua estreia na Globo. Acontece que todo mundo acabou surpreendido. Nos primeiros meses, a história se apresentava com um ritmo frenético. Toda semana, acontecia uma bomba. Perder um capítulo significava ficar para trás e deixar de saber como foi revelado um dos vários segredos da história. Essa forma de escrita agradou tanto que a novela foi esticada. Só que, nessa altura da vida, não sobrou muita coisa para contar e aí o final acabou se arrastando um pouco.

2. História fácil

Danielle (Alice Wegmann) e Rodrigo (Brenno Leone) se apaixonam, descobrem que são primos e decidem se casar mesmo assim

Danielle (Alice Wegmann) e Rodrigo (Brenno Leone) se apaixonam, descobrem que são primos e decidem se casar mesmo assim

No ano passado, a Globo passou por uma crise em suas novelas por conta dos enredos que usavam temas complexos como mistério e tecnologia. Sempre digo que sou fã daquela velha fórmula composta por um casal que sofre para ficar juntos porque vilões fazem de tudo para separá-los. Boogie Oogie apostou nessa ideia (e misturou outros clichês como troca de bebês, filhos fora do casamento, famílias ricas x famílias pobres, machismo e namoro entre primos) e olha só como funcionou.

3. Trilha sonora

É só a Debbie Harry começar a cantar que eu sinto vontade de sair dançando pela casa

É só a Debbie Harry começar a cantar que eu sinto vontade de sair dançando pela casa

Para quem não sabe, Boogie Oogie se passa no final dos anos 70 e se aproveita muito da era disco. Por isso, a trilha sonora é recheada de clássicos da época, como Heart of Glass, do Blondie. Your Song, do Elton John e tema do casal de protagonistas, talvez seja uma das poucas músicas do repertório que não é animada. Tudo é tão gostoso que basta ouvir para querer saí por aí dançando, de preferência na boate que dá nome à novela.

4. Figurino

Olha aí a Vitória (Bianca Bin) esbanjando magreza com seus tops e sandálias com meias

Olha aí a Vitória (Bianca Bin) esbanjando magreza com seus tops e sandálias com meias

Ok, sei que muita gente criticou as roupas usadas pelos atores, mas eu achei que alguns figurinos eram incríveis. Está certo que houve alguns erros em relação à época (certas personagens tinham cabelos lisos demais para uma década onde o permanente era vida), mas era bacana ver como cada mulher tinha o seu próprio estilo. A Sandra era riponga e amava calças de boca sino, a Vitória preferia sandálias altas com meias, a Dani gostava de uma pegada mais punk e a Susana investia pesado em um visual rocker. Minha favorita era a Diana, toda lindona com suas franjas folk.

5. Vilões carismáticos

Sempre ria com as desculpas esfarrapadas do Fernando e aprendi a gostar da Suzana

Sempre ria com as desculpas esfarrapadas do Fernando e aprendi a gostar da Susana

Faço parte do time que prefere os antagonistas. Eles são divertidos, ousados e fazem coisas tão absurdas que a gente acaba gostando e torcendo para que eles se deem bem. Quando as primeiras chamadas da novela foram ao ar, tive a impressão de que a Susana (Alessandra Negrini) seria a grande vilã. Até achava ela chatinha no começo, mas passei a gostar muito dela no final. O próprio Fernando (Marco Ricca) é o típico anti-herói que a gente curte: trai a esposa com várias mulheres e dá todos os golpes possíveis, mas nos faz rir de uma forma incrível. Por fim, a Carlota (Giulia Gam) é aquela vilã clássica que roubou todas as atenções e se tornou o foco dos últimos capítulos.

6. Marco Pigossi

Favor não reparar na cara de tonta da pessoa aqui que tremia tanto que não conseguiu tirar uma simples selfie

Favor não reparar na cara de tonta da pessoa aqui que tremia tanto que não conseguiu tirar uma simples selfie

Taí a razão pela qual comecei a ver a novela. Tem gente que prefere o Cauã Reymond ou o Caio Castro, mas eu paro qualquer coisa que estiver fazendo só para ver o Pigossi na televisão.  Já sabia que ele seria o protagonista dessa novela, então a ansiedade para vê-lo no papel foi enorme. Não sei se é impressão minha, mas ele estava mais bonito do que nunca como o piloto Rafael. Para completar, tive a incrível oportunidade de conhecê-lo na Beauty Fair do ano passado e fiquei ainda mais encantada porque ele foi simpático e muito educado com todas as pessoas.

7. Protagonistas com química

625_315_1414151525rafael_sandra_1

Uma novela até pode ser boa, mas perde um pouco da graça se os protagonistas não têm aquela química que a gente tanto espera.  Não podemos dizer isso de Boogie Oogie. Tive minhas dúvidas quando soube que o Pigossi faria par com a Isis Valverde, mas deu tão certo que eu torci para os dois ficarem juntos desde o primeiro capítulo. A cena em que eles trocam o primeiro beijo é uma das minhas favoritas de toda a trama e mesmo depois de se acertarem de vez, eles continuaram a ser fofos (melosinhos demais para o meu gosto, mas tudo bem).

8. Destaque para os atores mirins

A atuação da Giovanna foi tão boa que ela levou o prêmio Melhores do Ano

A atuação da Giovanna foi tão boa que ela levou o prêmio Melhores do Ano

A maioria dos personagens interpretados por crianças me irrita profundamente. Existe sempre aquela mania de representá-los de forma infantil, com vozes e expressões que os deixam bem chatinhos. Eis que surge a Claudia (Giovanna Rispoli), irmã da protagonista. Mesmo com suas maria-chiquinhas e seus inseparáveis patins, ela foi responsável pelos momentos mais divertidos da história. Da mesma forma, o adolescente Serginho, irmão do Rafael, usava seu lado fofoqueiro para espalhar as maiores polêmicas da história.

9. Betty Faria em seu melhor papel

11a1d32ee58d5d71a98809e782d2b340c5992812

Sei que ela já fez ótimas interpretações em sua carreira, mas fiquei tão apaixonada pela Madalena que precisava de um tópico só para ela. Mãe de Fernando e dona de toda a grana da família, começa a novela sendo avó da Vitória, mas descobre que, na verdade, é avó da Sandra. Feliz da vida, é uma senhora elegante e muito divertida que vive com a agenda cheia de compromissos. E não se importa nem um pouco de pagar micos como cantar na boate, participar de concursos de dança e por aí vai. Para resumir, é muito gostoso ver atores veteranos fazendo papeis tão inspiradores (passei a novela toda falando que queria ser igual a Madalena quando chegasse na idade da dela).

10. Os personagens secundários

Tão bonitinho acompanhar a história desse velhinho apaixonado, não acham?

Tão bonitinho acompanhar a história desse velhinho apaixonado, não acham?

A vida dos protagonistas foi resolvida de forma rápida, o que deu abertura para conhecermos as histórias igualmente deliciosas dos personagens secundários. Apesar de ter saído antes do fim da novela, a Inês (Deborah Secco) era linda e uma ótima amiga, daquelas que a gente queria ter sempre por perto. O Tadeu também era engraçadíssimo, assim como o rabugento Vicente (Francisco Cuoco). O bandidão Homero, talvez o que mais entrou na vibe dos anos 70, tinha expressões que me fizeram rir em vários momentos.

Os looks do Oscar 2015

Ontem (22) rolou mais uma edição do prêmio mais esperado pelos amantes do universo cinematográfico: o Oscar. E, antes de mais nada, preciso dizer que eu fiquei satisfeitíssima com os resultados deste ano. Birdman, para mim, é o melhor filme da temporada que eu vi até agora e as atuações de Eddie Redmayne, em A Teoria de Tudo, e J. K. Simmons, em Whiplash, são realmente espetaculares.

O que eu mais gostei é que Operação Big Hero ganhou como melhor animação e O Banquete, curta-metragem que passa antes do filme, também foi premiado. Para quem não viu, o curta é uma fofura só e conta a história de um cachorrinho comilão. Parte ruim? Relatos Selvagens perdeu (fazer o que, né?).

Sobre o red carpet, podemos concluir categoricamente que a lenda de que é proibido usar vermelho nessas premiações ficou para trás. Eram tantas famosas usando a cor que eu até me confundi para saber quem era quem. Fora isso, o branco e o preto mostraram que ainda são fortes e o tomara que caia veio com força total.  Vamos conferir como foi?

Anna Kendrick

IMG_0228[1]

A Cinderela do filme Caminhos da Floresta foi uma das primeiras a chegar e impressionou por ter acertado em tudo. A cor do vestido é maravilhosa, está super em alta e combinou com a pele branquinha (sou suspeita gente, AMO esse tom de coral). A parte de cima é trabalhada com o decote trançado que deixa parte do colo à mostra e uma gola de brilhante que também funciona como colar. Para destacar esse efeito incrível, ela escolheu um coque soltinho (tendência máxima) e um brinco bem delicado. A produção casou com o estilo princesinha da Anna e fez com que ela fosse uma das mais bem vestidas da noite. Começamos bem.

Margot Robie

IMG_0229[1]

A Margot é linda, mas tem algo que me incomoda muito nesse look. Gosto do vestido e acho bacana essa ideia de brincar com as mangas transparentes, mas, como ela é muito magrinha, acabou parecendo um saco de batatas. Também não sei se a escolha desse colar foi a mais acertada e acho que ele acabou pesando um pouco, assim como o batom vermelhão. Se o cabelo lambido estivesse preso, o resultado poderia ter sido melhor.

Dakota Johnson

IMG_0230[1]

A Anastasia do Cinquenta Tons de Cinza aproveitou que está em alta e foi uma das que escolheram usar vermelho no evento. A carinha sem graça que ela faz para a personagem acabou ficando marcada na vida real também. É aquela coisa: ela é bonitinha, mas falta algo. O vestido é bem feito, a ilusão causada pelo efeito de um ombro só, reforçado com o detalhe metálico, mas ficou sem sal, não acham? Nem a fenda generosa fez com que ela ficasse sexy. Continuou com o jeito de menininha.

Rosamund Pike

IMG_0231[1]

Aproveitei o feriado de Carnaval para assistir Garota Exemplar e sou obrigada a dizer que o filme é incrível e que a Rosamund é uma baita atriz. Agora tenho até medo de olhar para ela e pensar no que ela pode fazer. Talvez esse encantamento seja o responsável por eu achar que ela estava deslumbrante nesse vestido, depois de usar duas aberrações nas últimas premiações. A cintura marcada fez com que ela ficasse com uma cinturinha e a fenda deu um ar sensual, contratado pela renda delicada. O cabelo preso com fiozinhos soltos destacou ainda mais o modelo. Só teria colocado algumas joias para valorizar o rosto dela, que é perfeito.

Naomi Watts

IMG_0233[1]

Nunca vi a Naomi errar no tapete vermelho porque ela sempre opta por modelos neutros. Então tomei um susto quando a vi com esse vestido. Não que ela tenha errado, mas acho que é o tipo de roupa que divide opiniões. Gosto muito do efeito que os brilhos do vestido causam, mas me incomoda muito esse top que ela usou por baixo. Poderia ter dispensado e usado a parte de cima mais justa. De qualquer maneira, a Naomi é maravilhosa e ficou ainda mais bonita com esse batom vinho – outra tendência deste ano.

Julianne Moore

IMG_0234[1]

Juju foi a grande vencedora da noite e, como ela arrasou no red carpet das últimas premiações, tinha certeza de que ela levaria de novo a minha medalha de ouro. Mas não foi dessa vez, gente. Ela também apostou no tomara que caia, mas o grande problema é que ele não é acinturado e a faixa na altura do quadril fez com que ela ficasse reta. Não sei se branco é a cor mais adequada para a pele branquinha, mas combinou com o cabelo (aliás, que cor maravilhosa de cabelo) preso em um coque clássico. A make, com os olhos bem marcados e um batom em tom de vermelho fechado estava impecável.

Lupita Nyong’o

IMG_0235[1]

Gostaria de pedir as mais desculpas sinceras por ter falado mal da Lupi no post dos looks do SAG Awards porque ela se redimiu de forma brilhante usando um vestido bordado com “apenas” seis mil pérolas. Não é qualquer uma que chega estonteante desse jeito, parecendo uma princesa moderna e com uma pele que causa inveja em qualquer pessoa (e que ficou ainda mais ressaltada com as pedras delicadas). Foi, de longe, o meu vestido favorito da noite e, como boa fã de pérolas, devo dizer que estou apaixonada por ele. Concorreu fácil ao prêmio de mais bem vestida da noite.

Felicity Jones

IMG_0236[1]

Olhei para a Felicity pela primeira vez na noite e achei que ela estava lindíssima, mas aí reparei bem e cheguei a conclusão de que ela estava parecendo um bolo de casamento. Não é muita informação para apenas um look? Franja, top todo trabalhado com texturas, saia bufante em camadas e clutch metalizada. Tudo junto não deu certo, mas o top realmente me interessa muito. Se o vestido todo seguisse essa linha e fosse sequinho, ficaria perfeito. A maquiagem foi uma das mais bonitas da noite, mas a franja realmente pesou. Fefê entrou na minha lista das mais mal vestidas com muita dor no meu coração porque eu gosto dela.

Sienna Miller

IMG_0237[1]

Tem quem acerte sempre, em qualquer ocasião e evento. Não é o caso da Sienna. Nunca vi essa mulher completamente bem vestida. Assim como a Felicity, ela optou por um modelo com muitas informações. Temos laços, tiras horizontais, tiras verticais, texturas diferentes e recortes feitos próximos à barra. Talvez até ficasse bom em outra pessoa, mas não rolou mesmo com a Sienna. A parte de cima parecia estar amassada e a cara de “parem de tirar fotos minhas” não ajudou.

Laura Dern

IMG_0238[1]

Eu adoro quem usa brilho em premiações, mas é como eu sempre digo: em excesso, a coisa pode ficar muito feia e cafona. Taí a prova. O recurso na linha do quadril acabou chamando atenção e fez com que o corpo dela ganhasse proporções estranhas. As “bolinhas” dessa região ficaram com ar de spikes e o modelo ficou pesado e grosseiro. O colar até passa, mas o cabelo lambido e essa franja escova de uma maneira muito esquisita não caíram bem. Sempre acho que tomara que caia combina com cabelo preso.

Kerry Washington

IMG_0239[1]

Ela não estava concorrendo a prêmios e entrou neste post pelo simples motivo de que ela sempre erra e dessa vez estava bem, então mereceu um destaque. Acho que a moda do top peplum (mais soltinho na altura da barriga) já passou, mas curti a combinação com a saia de outro tecido. E olha só como no caso dela, que tem o colo mais alongado, o long bob ficou bom o tomara que caia. Achei o resultado prático e fino.

Patricia Arquette

IMG_0240[1]

Pat ganhou o Oscar de melhor atriz coadjuvante e arrasou no discurso de agradecimento, em que falou sobre a importância de oferecer salários igualitários para homens e mulheres, mas não venceria na minha lista de looks favoritos. Gosto muito da combinação P&B, mas não sei se foi a escolha mais acertada para esse tipo de evento. A parte de cima até está ok, a manga volumosa é muito bonita, mas a saia de cintura alta causou a impressão de estar apertada. Faltou uma pulseira, um anel ou outra joia de impacto. Ficou com cara de mãe de formando, sorry!

Cate Blanchett

IMG_0241[1]

Ela pode usar até um saco de lixo que vai ficar elegante. Ô mulher chique essa Cate, né? Esse vestido preto não tem nada demais, mas nela ficou tão lindo que imediatamente a peça fica bonita. O recurso para valorizar o modelo? Esse colar turquesa lindo, daqueles que são capazes de levantar qualquer look. Normalmente ela está de cabelo preso, mas dessa vez optou por um coque (viram como é tendência?) que valorizou – e como – o rosto dela. E vale lembrar que ela tem 45 anos e está muito melhor do que muita gente de 20 que se mata na academia. Puro poder!

Rita Ora

IMG_0242[1]

 

Um evento de Hollywood não é uma evento digno se não tiver a presença da nossa arroz de festa favorita. E não é que a Ritinha está com tudo atualmente? Depois de interpretar a Mia Grey em Cinquenta Tons de Cinza, ela foi convidada para cantar no Oscar. E, olha, vou ter que dar o braço a torcer e assumir que ela até que mandou bem. Sobre o look? É bonito, mas é tão óbvio para ela, que adora aparecer, que acaba um pouco vulgar. Esse estilo sereia ficaria lindo em qualquer outra atriz magrinha, por exemplo. E sobre esse pixie platinado com sobrancelhas preta? Prefiro nem comentar.

Chloë Grace Moretz

IMG_0243[1]

Olha a Mia (de Se Eu Ficar) aí gente! Ok, concordo que a estampa parece um pouco com cortina de quarto de campo, mas gostaria de lembrar que a Chloë acabou de fazer 18 anos. Ou seja, ela ainda é uma menina que tem liberdade para usar vestidinhos floridos no Oscar. Não teria deixado o cabelo totalmente solto, talvez tivesse prendido uma parte para valorizar o decote do vestido. Mas o que mais me incomodou foi essa mão no bolso que ela não tirava para nada, nem quando foi chamada para apresentar um prêmio no palco. Aí pareceu coisa de garota mal-educada.

Reese Whiterspoon

IMG_0244[1]

Impressão minha ou eu já vi a Reese com esse vestido? Parece que ela sempre está com o mesmo modelo e é a terceira premiação seguida que ela vai de branco. Fica tão mais do mesmo que a gente nem liga quando ela aparece. O prolema maior é que essa faixa abaixo dos ombros lembra aquelas tarjas pretas colocadas para cobrir algo e acabou chamando mais atenção do que qualquer outro detalhe da produção. Fora que esse cabelo divido ao meio ficou tão feio. Parece que ela esqueceu de marcar um horário no salão e foi assim mesmo…

Jennifer Lopez

IMG_0245[1]

Por muitos e muitos anos, J. Lo só usava vestidos do tipo sereia que brincavam com transparências. Pegaram tanto no pé dela que ela resolveu mudar. Só que por mais que os modelos agora não sejam tão justos, continuam dando aquela sensação de morena sensual. Até esse vestidão princesa (que é lindo, vai) ficou um pouco vulgar, principalmente com esse decotão. Jzinha, você é linda, tem um corpão e um cabelo bafo. Faz outra linha, amiga? Investe em algo que não obrigue a gente a achar que você é a inspiração das panicats, por favor! Sem falar que tinha outra convidada com exatamente o mesmo vestido, só que de outra cor – e ficou mais bonito nela.

Gwyneth Paltrow

IMG_0246[1]

Ela é sem graça? Sim. Uma atriz meia boca? Sim. Ganhou um Oscar injustamente? Sim. Mas ela também é elegantérrima e quase nunca erra. Com o passar dos anos, eu acho que ela só melhorou no quesito fashion. Esse vestido rosinha, por exemplo, seria super simples e sem graça em qualquer atriz, mas nela ficou tão chique que nem essa flor giga ali do lado atrapalha (muito embora seja totalmente desnecessária). Com uma maquiagem feita na medida certa e brincos no tamanho adequado, ela usou um artifício muito bom para quem não quer aderir ao coque. Basta jogar o cabelo para trás da orelha e criar uma franja lateral.

Nicole Kidman

IMG_0247[1]

Já vi a Nicole muito bem vestida em alguns eventos, mas ultimamente acho que ela tem errado de forma absurda. Veja só: esse vestido não lembra muito um papel celofane decorado com uma fita de presente? E que cor mais sem graça, gente! Um nude meio amarelo que não favoreceu em nada a pele dela. A fenda, então, ficou totalmente sem sentido nessa história toda. O cabelo está muito bonito, só que acabou acentuado a testa dela. Foi-se a época em que eu achava ela linda. Agora parece um maracujá…

Jennifer Aniston

IMG_0248[1]

Sempre brinco que é impossível ser comparada a Angelina Jolie, mas a Jen é tão linda que também merece todos os holofotes do mundo. Mais uma que optou por um modelo tomara que caia, investiu pesado nos brilhos e eu adorei essa brincadeira com ondas que criam ilusões de ótica. Achei a fenda desnecessária, mas, de forma geral, amei. Teria prendido o cabelo, mas como caíram em cima quando ela apareceu de coque no Globo de Ouro, acho que decidiu manter assim. Apesar de estar maravilhosa aos 46, ela realmente parece mais gordinha. Será que vem um baby aí?

Jessica Chastain

IMG_0250[1]

Já falei aqui que a Jessica é, na minha opinião, a mulher mais bonita de Hollywood, então dificilmente vou achar algo estranho nela. Esse vestido, por exemplo, é bem duvidoso. O decote do vestido azul na parte de cima acabou aumentando os ombros e deixou o corpo dela com uma proporção esquisitíssima. Teria tirado e feito uma brincadeira com o top preto brilhante e a saia azul com fenda. De resto, um cabelo invejavelmente lindo e um rosto perfeito. Ah, e ela é uma ótima atriz!

Emma Stone

IMG_0251[1]

A Emma estava com a minha medalha de ouro praticamente em mãos depois de arrasar no SAG e eu só não a premiei porque tinha certeza de que ela seria a mais bem vestida do Oscar. Engano meu. Como ela é uma garota muito engraçadinha, resolveu se fantasiar de estatueta de Oscar e ir assim mesmo. Achei tudo muito estranho. O modelo do vestido é bonito, mas a cor é horrível. O cabelo não ficou legal e o batom, apesar de ter uma cor bem fofinha, não combinou. O sapato do mesmo tom da roupa também não me agradou. De qualquer forma, Emma é um dos destaques de Birdman e tem tudo para fazer bonito nas premiações do ano que vem. Estamos na torcida!

Lady Gaga

IMG_0252[1]

Vamos pensar pelo lado positivo, gente? Pelo menos ela não foi vestida de carne. O look é feio? Horrível. Essas luvinhas são iguais as que a gente usa para fazer faxinha? Idênticas (aliás, chorei de rir com os memes que rolaram por aí sugerindo que a Gaga estava limpando banheiros). Mas ela é uma personagem pra lá de poderosa que, mesmo brega, chama toda a atenção para si. Gaguinha protagonizou o melhor momento deste Oscar: uma homenagem espetacular para os 50 anos do filme A Noviça Rebelde. Depois de cantar, ela ainda recebeu um abraço da diva Julie Andrews, protagonista do longa. Para poucas!

Jennifer Hudson

IMG_0253[1]

Escolhida para cantar uma música em homenagem aos artistas que morreram no ano passado, entrou nesse post porque fez uma boa opção para a noite. Mais uma vez, acho que a moda do peplum já passou, mas amei esse tom de amarelo clarinho contrastando com a pele dela. Também adorei o brincão e o penteado.

Keira Knightley

IMG_0254[1]

Sei que a Keira curte um vestido florido e tem um gosto duvidoso, mas ela estava TÃO linda no SAG que eu achei que ela iria fazer bonito no Oscar. E não rolou. Ok, ela é linda e está grávida, mas a cor nude e as estampas grandonas achataram o corpo dela e fizeram com que ela também parecesse um saco de batata. O cabelo não combinou (preso estaria menos pior) e a cara de bunda não colaborou. Resultado? Segunda pior da noite.

Meryl Streep

IMG_0255[1]

Já faz um tempo que a Meryl resolveu aderir aos looks preto e branco e, desde então, não traz nada de novo para o tapete vermelho. Mas nem precisa, né? Ela é a melhor atriz do mundo, sem sombra de dúvidas, e recordista de indicações ao Oscar (são mais de 20). Por mim, pode usar qualquer coisa que vai ter sempre a nossa consideração. Mas dessa vez eu até achei bacana. Gosto muito do cinto e dessa pegada boyish que o paletó traz. O cabelo estava correto e a make também.

Viola Davis

IMG_0256[1]

Ok, é um pouco over e eu não gosto muito desse vestido nela, mas achei que deu um ar de rainha, concordam? O problema maior é o colar, que é bonito, mas acaba brigando por ter pouco espaço para brilhar. O que mais gostei foi esse batom. Que tom maravilhoso! Foi uma das maquiagens mais bonitas e eu curti tanto que nem ligo se o vestido não tem muito a ver com o estilo dela.

Kelly Osbourne

IMG_0257[1]

Kelly não é atriz, não concorreu a nenhum prêmio e não apresentou nenhuma categoria. Passou a cobertura inteira do red carpet sentada falando mal dos outros. Está aqui pelo simples motivo de que resolveu se fantasiar de Úrsula, a polvo da Pequena Sereia. Me fez rir horrores cada vez que aparecia na televisão e eu só me perguntava o que faz alguém sair de casa assim.

Pior da noite: Marion Cotillard

IMG_0232[1]

 

Dói muito dizer que a Marion, tão linda e tão competente, foi a pior da noite. Mas não teve como ser diferente. Estou até agora tentando entender esse modelo. Essa textura estranha parece aquele bom e velho plástico bolha que a gente tanto ama e essa faixa preta ainda me parece bizarra. E o corte reto não favoreceu a silhueta magrinha. Qualquer outra escolha teria ficado boa. Uma pena!

Melhor da noite: Scarlett Johanson

Estava entre a Anna Kendrick e a Lupita, até que Scarlett me aparece deslumbrante e sem deixar chances para qualquer concorrente. Esse tom de verde é uma escolha certeira que favorece e se destaca em qualquer tom de pele. O colar poderia brigar com o vestido, mas acabou acompanhando o desenho do decote e se tornou uma peça de impacto que contrasta com o cabelo ousado – sim, as laterais estão raspadas – e com o carão. Achei ela tão poderosa e tão magra. A filha dela nasceu em setembro e ela já está com esse corpão. Parabéns, Scarlett! A medalha de ouro é sua com muito louvor.

 

Os looks do Grammy 2015

A red carpet season continua a todo vapor. Hoje é dia de deixar de lado os astros do cinema e dar destaque para os ícones da música. Sim, amigas, todas as celebs se reuniram neste domingo (8) para celebrar mais uma edição do Grammy, considerado um dos maiores prêmios da categoria. Como valoriza cantores de todos os ritmos, o evento reúne muita gente.

Nós, que não somos bobas, gostamos mesmo é de ver o tapete vermelho. E este é dos bons porque as famosas costumam caprichar na hora de desfilar o look. Neste ano, muitas apostaram na dupla preto + transparência. De maneira geral, foi bom. Vi muitas cantoras lindas como nunca, mas também teve as aberrações. Afinal, alguém sempre tem que causar, não é mesmo?

Vamos ao que interessa?

Madonna

Madonna

Tá bom, gente. Madonna é diva e rainha do pop, então podemos perdoar as loucuras que ela leva ao tapete vermelho. Mas ficou um pouco (muito) brega, não concordam? O chapéu tem uma pegada pirata, a rede e o vestido justo na cintura têm influência nos anos 1920. Aí ela junta luva comprida, bota de couro e meia arrastão. Too much! Ah, sem falar que ela colocou a comissão traseira para fora. Enfim, só dou um desconto porque ela é a Madonna.

Ariana Grande

Ariana Grande

Ai ai, Ari… Nem chegar na noite acompanhada do boy – o rapper Big Sean – fez com que ela acertasse. Para começar, o aplique medonho que ninguém aguenta mais. A velha desculpa de que o cabelo dela caiu por causa da tintura já não cola mais. Estou doidinha para ver a Ariana com um corte long bob (não acham que ficaria bacana?). Aí entra a questão do vestido. O que me incomoda muito é esse detalhe prata que mais parece um papel alumínio. Talvez amenizasse um pouco se o scarpin fosse prateado e não branco.

Charlie XCX

Charlie XCX

Demorei um pouco para reconhecer que essa moça era a Charlie, que sempre aparece com um estilo mais teen. No American Music Awards, inclusive, ela apareceu lindona como uma diva do cinema. Então precisei de alguns minutos para analisar bem este look. Sinceramente? Acho que passou porque a Charlie tem essa proposta de fazer um som cheio de atitude, mas bem descontraído. Se fosse outra cantora, provavelmente não daria certo. De qualquer forma, foi ousadíssimo e daqueles para ninguém tentar copiar, ok?

Katherine McPhee

Katherine McPhee

Tenho um carinho enorme pela minha eterna Karen Cartwright – sim, sou órfã da série Smash – e acho ela linda, além de ter uma voz maravilhosa. Mas dessa vez não rolou, Kat! O problema é que o vestido é cheio de probleminhas e o principal é a cor, que ficou quase do mesmo tom da pele dela, o que deixou o corpo com proporções estranhas. O decote com esses detalhes metálicos e as aberturas nas costas também pesaram. Além disso, esse efeito de cabelo molhado já não me agrada muito e não combinou. Seria mil vezes melhor se ela tivesse prendido, não acham?

Meghan Trainor

Meghan Trainor

Estou completamente viciada na nova música da Meguinha, Lips are Moving. É sempre bacana ver uma cantora que não se importa com o peso e acho fofíssima essa linha girlie que ela faz. Então, quando a vi entrando no red carpet, quase mandei uma mensagem no Whatsapp dela pedindo para ela voltar e escolher outro vestido. Sabemos que a linda tem alguns quilinhos a mais – e que fique claro: não há nenhum problema nisso – só que algumas roupas não caem bem. Vestido do tipo sereia? Não. Roupa justa? Nem pensar (olha a barriguinha marcada ali). Renda e transparência? Altamente válidos, porém não nessa situação. Por outro lado, make e cabelo estavam lindíssimos. Pensa direitinho da próxima vez, tá amiga?

Jessie J

Jessie J

É a Jessie mesmo, gente? Depois dos shows de horrores que ela apresentou nas premiações do ano passado, até levei um susto quando ela chegou toda linda. Mais uma que apostou no preto transparente, mas achei tudo tão lindo. O corpo dela tá super em cima, então ficou show nesse modelo maravilhoso, cheio de detalhes trabalhados com texturas diferentes. A make, para mim, foi uma das mais bonitas da noite e o detalhe ficou por conta do batom vermelho-escuro (outra tendência deste ano). O cabelo ficaria melhor preso, mas como está bem curtinho, não sei muito bem o que ela poderia ter feito. Arrasou, lindona! Por pouco não ganhou minha medalha de ouro. Bang Bang!

Katy Perry

Katy Perry

A Katy não é maravilhosa? Até com os cabelos pintados de lavanda justamente para a premiação, ela fica gata. Eu normalmente não curto fios coloridos, mas ela consegue carregar essa função com tanta classe que eu até relevo. Não acham que a cor combinou perfeitamente com o vestido, que também era um pouco transparente? E os olhos dela se destacaram de uma maneira impressionante graças à maquiagem feita na dose certa. Gostei porque ela não estava extravagante como em outros anos, mas fez o simples virar chique. Depois do show incrível no Super Bowl e desse look do Grammy, temos apenas uma certeza: 2015 é seu ano, Katy! Vem que o Brasil te espera (em setembro, ela pisa novamente no Rock in Rio. Esperamos que ela também passe por outras cidades).

Nicki Minaj

Nicki Minaj

Me divirto tanto com a Nickinha! Acho que faz questão de se superar e usar algo cada vez mais bizarro nas premiações. Como definir este look? Periguete + saco de lixo? E o mix de informações, gente? Decotão, roupa coladérrima para marcar o popozão, pernocas à mostra e sandalita gladiadora. Jesus! Foi só ela pisar no tapete vermelho que eu já achava que tinha encontrado a pior da noite. Porém, alguém se superou (sim, é sério). Tenho até medo de pensar no que a senhorita anaconda trará no próximo evento. Vamos aguardar…

Lady Gaga

Lady Gaga

Antes de qualquer coisa, devemos admitir que a Lady Gaga fica muito mais bonita sem todos aqueles adereços. Para ser sincera, nem reconheci quem estava dando entrevista para o E! até aparecem os devidos créditos. Esperamos que ela continue adotando essa linha mais natural. Mas, como ela gosta mesmo de causar, apostou no ultradecotão (com um colar que não ornou) e na fenda gigante. Dois recursos que a gente está cansada de saber que não funcionam juntos. Anyway, foi um primeiro passo importantíssimo!

Rita Ora

Rita Ora

Adoro a Ritinha arroz de festa que acha que é famosa mesmo sem ser indicada para nenhum prêmio. Assim como a Nicki Minaj, acho que ela recebe o convite e já pensa em alguma combinação para chamar mais atenção do que as divas da música. O vestido é bonito? Até é, mas acho que falta algum recurso que o deixe mais acinturado porque, desse jeito, está mais parecendo um embrulho de presente. E o pixie hair platinado não ficou bom, né? Mas ela está aqui para preencher a cota do pessoal que gosta mesmo é da zoeira, então vamos para a próxima.

Taylor Swift

Taylor Swift

Por mais que eu tente manter minha posição de não gostar da Taylor, devo admitir que o tempo tem sido incrível para ela. Além de ter lançado um CD muito bom no ano passado, Tayzinha está com um guarda-roupa de dar inveja. Aliás, dificilmente ela erra no tapete vermelho e dessa vez não foi diferente. O que eu mais gostei? O fato de ter aposentado os tops croppeds e apostado em um vestido diferentão, mas lindo. Adorei essa brincadeira assimétrica e ser mais curto na parte da frente. A cor é maravilhosa e não cansou mesmo aparecendo nos brincos e na sombra usada na make. O truque foi a sandália roxa que quebrou a monotonia. O resultado ficou lindo, não ficou?

Iggy Azalea

Iggy Azalea

Não adianta, a neorapper gosta mesmo é de roubar todos os flashes para si. Ela, que costuma usar vestidos com cores mais neutras, resolveu mudar para um azul-cobalto cheio de recortes. Me incomoda muito essa mania de marcar o quadril avantajado, mas já deu para perceber que ela curte. O maior problema, no entanto, foi o penteado. Essa coroa de trança não tem absolutamente nada a ver com a roupa, nada mesmo. Solução? Um coque para valorizar a peça – e um sorriso na cara né, Iggy?

Beyoncé

Beyoncé

Beyzinha chegou minutos antes do início da festa, mas causou o mesmo auê de sempre. Não importa o que ela use ou faça, sempre será nossa rainha. Então, assim como a Madonna, vou relevar algumas coisas. Uma delas é o fato de só usar preto nas últimas premiações. Cansa depois de um tempo, sabe? Não curto muito o cabelão também e acho que ele ficou estranho com a make quase zero. Não sei se foi o ângulo, mas achei que a diva está um pouco mais cheinha – será um novo baby? Queremos muito! ♥

A pior da noite: Kim Kardashian

Kim Kardashian

Tudo parecia lindo até a Kim aparecer com esse roupão versão luxo. Olhei para a televisão e só consegui dizer duas palavras: “meu Deus!”. Sei que tem muita gente que gostou, mas eu achei tão brega. O modelo já não é dos mais adequados para esta premiação, mas aí juntamos com ombreiras combinadas com bolsos e punhos + decotão para mostrar o silicone + fenda máster + cintinho. Que pavor! E eu que pensei que ela estava melhorando depois de aderir ao corte de cabelo long bob… Engano meu!

Medalha de ouro: Gwen Stefani

Gwen Stefani

 

A cada premiação eu tenho mais certeza: a Gwen Stefani está bebendo água da fonte da juventude ou fez algum pacto secreto para permanecer linda, magra e a cara da riqueza. Essa mulher aí da foto tem 45 anos, três filhos e um corpo perfeito (e você aí se matando na academia, né?). Como se não bastasse tudo isso, ela ainda aparece com um macacão chique e maravilhoso. A parte de cima, estruturada e toda trabalhada nos recortes e na transparência, provoca o contraste com a calça mais soltinha e presa apenas no tornozelo, truque que somado ao scarpin altíssimo, alongou a silhueta. Para fechar, cabelo preso em um coque com topete bem alto – tendência fortíssima – e make beeeem suave. Arrasou, Gwen! Medalha de ouro merecidíssma!