Receita simples e rápida: Lanche com Panesse

IMG_0869

Muita gente, assim como eu, sofre para manter a dieta principalmente por causa do jantar. Parece que a nossa disposição em comer bem é maior durante o dia. Dá preguiça só de pensar em chegar em casa depois de um dia agitado e ainda ter que encarar o fogão. Escapar da cozinha é difícil, mas a dica é optar por lanches rápidos e recheios leves.

Tenho a sorte de ter uma mãe que descobriu recentemente sua vocação para cozinhar. Sabe o que é mais legal? Mamãe manda bem nas receitas tradicionais, mas é especialmente boa para inventar delícias. Meses atrás, cheguei em casa e descobri que ela tinha feito um sandubinha bem diferente  e muito gostoso. Trata-se do lanche com panesse (sim, ela mesma inventou o nome), que fica pronto em 15 minutos e permite que seja feito de acordo com o gosto de cada um.

O primeiro passo é comprar uma (ou mais) baguete do tipo panesse. Para quem não sabe, é um tipo de pão que começou a ser fabricado com mais intensidade no Brasil em 2013. Desenvolvido com farinha francesa e fermentação natural, tem aparência semelhante a do pão italiano, mas apresenta uma casquinha mais crocante. Em casa, comemos a versão integral, que é menos calórica e tem mais benefícios nutricionais, como a maior quantidade de fibras e vitaminas.

panese

O próximo passo é cortar a parte de cima do pão em formato redondo, como se fosse uma tampa, e tirar todo o miolo. Isso garante que você terá espaço de sobra para o recheio.  E por mais que a gente ame o miolo dos pães, sabemos que é a parte que contém mais massa e, consequentemente, a que mais engorda.

Aí entra a parte mais gostosa da receita: escolher o recheio. Em casa, já fizemos com frango desfiado e queijo e tomate. Mas dá para optar por outros sabores, como carne moída, peito de peru picado com cream cheese e legumes. Tudo depende do gosto de quem irá provar a receita. A dica é sempre variar para não enjoar e sempre experimentar algo novo. Amo de verdade esses pratos que permitem mudanças. Não canso nunca!

Como essa história termina?  É só levar ao forno por cerca de 15 minutos e servir ainda quente.

Viram só? É simples, rápido e muito gostoso. Só de escrever já deu água na boca!

Anúncios

A febre das pipocas gourmet

Caramelo-Coco-e-Noz-Pecan

Nos últimos anos, o termo gourmet passou a ser utilizado com frequência. Originalmente, é usado em restaurantes de alta qualidade e paladar aguçado, mas também pode se referir a uma pessoa com vasta experiência no mundo da culinária. Acontece que hoje em dia tudo virou gourmet. A cada ano, alguma delícia é escolhida para se tornar gourmet. Houve a época dos brigadeiros gourmet, das cervejas gourmet e dos bolos gourmet. Dá para perceber que a expressão ganhou um novo significado e se refere a comidinhas bem gostosas com sabor de infância.

Agora vem a pergunta valiosa: alguém sabe qual é a delicinha escolhida para se tornar gourmet em 2015? Acertou quem disse pipoca. Não tem nada mais gostoso do que assistir a um filme acompanhado de uma pipoca, concorda? A proposta é justamente pegar essa ideia de aconchego e diversão e proporcionar uma nova forma de comer o alimento. Hoje virou item de sofisticação e combina super em degustações chiques ou como lembrancinhas de eventos.

garrett-popcorn

A pipoca pode até estar em alta no mundo do luxo, mas já teve seus dias de glória em outro momento. No século 16, era conhecida pelos astecas como a flor branca desabrochada do milho e oferecida ao deus da água. Hoje o sal e a manteiga deixam de ser os acompanhantes perfeitos e dão espaço para outros ingredientes nada convencionais, como cheddar, parmesão, mostarda, curry, limão e pimenta. As doces também têm vez e são representantes por sabores como algodão-doce, doce de leite, côco, caramelo, chocolate belga, trufa e canela.

Precisa de mais um incentivo para se render às delícias? Anote aí: a pipoca contém antioxidantes que diminuem o envelhecimento precoce e os riscos de doenças cardíacas. Vale lembrar que a mistura de ingredientes gordurosos e calóricos não faz nada bem, por isso a dica é evitar exageros.

saquinhos1

Uma das empresas pioneiras nesse setor que já é extremamente competitivo, a Pipó Gourmet oferece diversas possibilidades de comer pipocas vendidas em latas de 1 litro que custam entre R$ 23 e R$ 26.  Achou caro? Pense que as latas carregam um ar retrô e combinam super como elementos decorativos. Confesso que não sou a maior fã de pipoca, mas fiquei com vontade de experimentar a versão chique. Resta saber qual será o próximo alimento a ser transformado em gourmet.

Fontes: Aldeia, Wikipedia, Exame e UOL

10 benefícios do chocolate

woman-eating-chocolate-2_t670

No próximo domingo (05) comemoraremos a Páscoa. Sinônimo de gordices, é aquela época em que é praticamente impossível resistir a uma tentação chamada chocolate. Eu mesma sempre prometo que vou comer apenas um ovo pequeno, mas acabo ficando com delícias beeeem maiores. A boa notícia é que dá para aliviar um pouco o peso na consciência depois de tanta comilança. Isso porque o chocolate tem, sim, seus benefícios e são muitos, viu?

Mas, antes de falar sobre eles, é importante lembrar que a maioria dos componentes que trazem esses efeitos fica no cacau. Por isso, opte pelo chocolate amargo, que tem entre 60 e 85% do ingrediente, ou pelo meio amargo, que concentra de 40 s 55%. O ao leite é uma delícia, mas carrega uma porção minúscula de cacau. E o branco, meu favorito, infelizmente não tem nada. Ou seja, tem que fazer um esforcinho para encarar aquelas versões que não são tão gostosas, mas cheias de vantagens. Olha só:

Afasta o risco de câncer

darkchocolate

Não é um motivo excelente para encarar sem culpa aquele chocolatinho? Esse dado é comprovado por conta dos polifenóis, substâncias que atuam na preservação de várias áreas do organismo. Servem, por exemplo, para manter o bom funcionamento do intestino e previnem o desenvolvimento de câncer nessa região. Mas é bom focar em pequenas quantidades, combinado? Exageros fazem com que os índices de gordura corporal subam e aí acontece ao contrário: o risco de câncer aumenta.

Promove bem-estar

happy-woman-relaxing-at-home

É comprovado cientificamente que o chocolate faz muito bem para o corpo e a alma. Isso porque libera endorfinas que controlam o humor e aumentam o bem-estar emocional. Dizem que essas substâncias também provocam prazer. Ou seja, é uma ótima opção para as solteiras não ficarem carentes (ok, não é a mesma coisa, mas ajuda) e incrivelmente bom para namorar. Bom, né?

Ajuda na saúde do coração

Chocolate-e-coração

Esse é um dos maiores benefícios desse alimento tão gostoso. O chocolate amargo contém antioxidantes que melhoram a circulação sanguínea e, consequentemente, regulam a pressão arterial. Além disso, também ajudam a diminuir os índices de LDL, conhecido como o colesterol ruim. Mas vale ressaltar: somente os amargos promovem esses efeitos.

Mantém a pele bonita e saudável

chocolate

Todas nós já escutamos alguém dizer que chocolate causa espinhas, mas isso não passa de um mito. Ao contrário do que pensam, o alimento faz muito bem para a pele e é usado em muitos tratamentos estéticos por conta, principalmente, do ácido graxo, que tem alto poder de proteção e hidratação. Vitaminas e minerais presentes no ingrediente também combatem os danos causados por radicais livres e causam efeito restaurador, além de prevenirem o envelhecimento precoce.

É ótimo durante a gravidez

0744545001403267489_thumb_visualizar

As gravidinhas podem comemorar à vontade! O chocolate (mais uma vez: somente aqueles com bastante teor de cacau) são ótimos aliados durante os nove meses mais importantes da vida das mulheres. Eis o porquê: contém teobromina, substância capaz de controlar os batimentos cardíacos, relaxar os músculos e, por mim, diminuir os riscos de pré-eclâmpsia – problema causado quando há aumento na pressão arterial e presença de proteína na urina. E tem mais: as chances de ter um bebê saudável são enormes.

Faz maravilhas nos cabelos

Marco-Antônio-de-Biaggi-Cabelo-Dark-Chocolate-Boa-Forma

O mesmo ácido graxo que transforma a pele também cuida muito dos cabelos. Rico em nutrientes, o cacau hidrata, aumenta o volume e dá mais brilho e flexibilidade para os fios. Sem falar que produtos à base dele oferecem um pH baixo que evita quebras e ressecamentos. Em cabelos oleosos, porém, é bom tomar cuidado por conta da alta dose de gordura, que intensifica o aspecto seboso.

Controla a TPM

tpm

Uma das piores partes de ser mulher é encarar os sintomas da TPM. Entre eles, podemos citar sensibilidade, choro, inchaço, estresse e tantos outros. Pois bem, o simples hábito de comer um chocolatinho é capaz de solucionar esse problema. Tudo por conta da serotonina, hormônio responsável pela sensação de bem-estar. Todos aqueles pensamentos negativos são substituídos por uma grande felicidade, mesmo que temporária. Então, não se culpe se pintar a vontade de devorar um pedaço de chocolate. Pense que é apenas o seu corpo procurando uma maneira de amenizar esses terríveis dias do ciclo menstrual.

Ansiedade? Nunca mais

SANYO DIGITAL CAMERA

Não sei vocês, mas eu sou ansiosa desde que me entendo por gente. Era daquelas que roía todas as unhas antes de uma prova e até hoje fico sem dormir na véspera de um evento importante. Sente-se da mesma forma? Então invista no chocolate amargo, rico em flavonoides, substância que libera a serotonina (a mesma do item acima), que acalma e tranquiliza. Para não se sentir culpada, anote aí: a dose de 30 gramas, recomendada por especialistas, é mais do que suficiente para promover esses benefícios.

Ótimo aliado para exercícios físicos

fuvest-chocolate

Enquanto fazia minha pesquisa habitual para este post, acabei surpreendida com esse dado. Nunca imaginei que o chocolate pudesse ajudar a intensificar os resultados de uma atividade física. Mas estudiosos da Universidade do Texas, nos Estados Unidos, concluíram que, sim, é verdade. Isso porque pediram para dez ciclistas tomarem um leite de baixa gordura com chocolate e realizarem uma corrida de 40 quilômetros conta o relógio. O ótimo desempenho foi creditado à bebida, que possui o número certo de proteínas e carboidratos, capazes de repor o estoque de açúcares do músculos e auxiliar na recuperação do corpo (ou seja: evitar aquelas dores terríveis no dia seguinte).

Auxilia na perda de peso

download

O quê? Chocolate emagrece? Também fiquei chocada quando descobri que o alimento realmente ajuda a perder peso. Em pequenas doses, o alimento acelera o metabolismo e diminui a quantidade de gordura no corpo. E tem mais: a presença do hormônio leptina promove saciedade e evita aquela fome fora de hora. Antes de comemorar, é importante lembrar que essas substâncias estão presentes apenas no cacau, portanto não vale comer chocolate branco ou ao leite. E sem exageros, combinado? A dica é consumir somente um quadradinho de chocolate amargo por dia, após o café da manhã ou o almoço.

 

Viram só? Com tantos efeitos, fica mais fácil se jogar na Páscoa sem dor na consciência por ter largado a dieta por um tempo!

7 comidas e bebidas típicas do outono/inverno

Para continuar a nossa série de posts temáticos para comemorar a chegada do friozinho, chegou a hora de falar sobre o meu tema favorito quando o assunto é inverno: as comidas. Basta a temperatura cair para quitutes deliciosos começarem a aparecer. Esqueça o sorvete e a saladinha. Evite pensar na dieta pelos próximos cinco minutos. A partir de agora, vamos falar de pratos quentinhos e muito calóricos que fazem a nossa felicidade nessa época do ano. Essa simples frase já foi capaz de movimentar meu pobre estômago (aposto que o seu também). Bom, chega de enrolação e vamos ao que interessa. Aqui estão as sete comidas que mais nos agradam no outono/inverno:

Sopas

receita-sopa-de-ervilha-com-mortadela-no-pao-italiano2644

Vamos falar uma verdade: tem coisa mais gostosa do que um prato bem quentinho de sopa no frio? Se antigamente tomar sopa era sinal de que sua geladeira andava em crise ou de que você estava doente, hoje o alimento foi elevado ao posto de gourmet. De uns tempos para cá, é chique encontrar as amigas e escolher uma versão bem saborosa (eu mesma faço isso e adoro). Agora existem uns sabores mais elaborados e até mesmo as detox, que prometem deixar o corpitcho em forma. Mas, olha, boas mesmo são aquelas feitas com creme – tipo as de palmito, tomate, aspargos – e, de preferência dentro de um pão italiano. Nem preciso dizer que são as mais calóricas, né?

Bebidas quentinhas

chocolate-quente-marshmallow-coracao29896

Ia fazer um tópico exclusivo para o chocolate quente, mas sei que tem muita gente que prefere chás ou cafés. Seja qual for a escolha, as bebidas típicas do frio possuem o poder de nos aquecer por dentro. E são cheias de felicidade, sabia? Experimente sair tarde da noite com a temperatura lá em baixo e tomar algo bem quentinho para ver se o humor não melhora em questão de segundos. Como inverno é sinônimo de tentações alimentares, as bebidas ficam ainda mais gostosas se forem misturadas com outros ingredientes, como leite e pedaços (sim, pedaços) de chocolate. Delícia!

Vinho quente

616_M

Já contei algumas vezes que eu sou apaixonada por festas juninas. Espero o ano todo por esse evento e já começo a ficar feliz quando junho se aproxima só porque sei que vou me acabar com tantas delícias típicas. Uma das mais tradicionais é o vinho quente. Eu, sinceramente, prefiro outras gostosuras, mas essa bebida tem aquele saborzinho de inverno. O melhor de tudo é que ela não é exclusiva de festa junina. Quem não é muito chegada nessas comemorações pode encontrar vinho quente em outros lugares. Ou seja, além de saboroso, é extremamente democrático.

Fondue

fondue-de-queijo

Sem sombra de dúvidas, é a minha comida favorita do inverno. É só o frio chegar que eu já sinto vontade de tirar a panelinha do fundo do armário e separar os palitinhos. Na prática, é uma refeição bem simples que qualquer pessoa – inclusive eu, que não tenho a menor aptidão para assuntos culinários – consegue fazer. O queijo (aquele bem tradicional com sabor forte e característico) já vem pronto. É só derreter e comer com pedacinhos de pão. Parece algo bem simples, mas é tão gostoso. Quem não gosta de queijo, pode fazer com carne, frango ou então partir para a sobremesa e mergulhar frutas como banana e morango no chocolate. Eu, claro, gosto de todas as versões.

Pinhão

pinhao

Aí vai uma confissão: nunca comi pinhão. Juro. Mas sempre que vou para Campos do Jordão, vejo a maioria das pessoas se fartando do alimento. Semente da araucária, árvore típica da cidade e de regiões do Paraná, traz inúmeros benefícios para a saúde. Rico em componentes como ferro, vitamina E, vitamina K e substâncias antioxidantes, previne o envelhecimento precoce, melhora a circulação, aumenta o pique e ajuda a prevenir doenças oculares. Sem falar que aumenta a sensação de saciedade e, consequentemente, contribui para a perda de peso. Viram só, o inverno também tem comidas saudáveis.

Pipoca

balde_pipoca

Ok, não é típico de inverno, mas todas nós gostaríamos de passar um dia de frio debaixo do cobertor assistindo filmes fofinhos e devorando pipoca. Não sou muito fã da comida, mas é algo viciante: basta comer uma para sentir vontade de atacar todo o pacote ou tigela. E ao contrário do que muita gente pensa, esse alimento traz inúmeros benefícios ao corpo. Isso porque a casca do milho tem substâncias antioxidantes e fibras que deixam o organismo em pleno funcionamento e ajudam a manter o peso. Agora elas viraram item gourmet e são encontradas em sabores diferenciados, como caramelo, limão, canela, coco, chocolate, doce de leite e por aí vai.  É sempre bom lembrar que os excessos – principalmente aquela manteiguinha que a gente adora – cortam esses efeitos benéficos, ok?

Massas

Gourmet_Pasta_Bostons_Restaurant_layton

Como faço parte de família italiana, sei que qualquer dia é bom para comer massa. Só que o frio contribui para a vontade de devorar um prato bem quentinho de macarrão (e, de preferência, com bastante molho). Nessa época, as massas recheadas, exemplo do nhoque e do ravióli, ganham destaque. A dica para não terminar a estação acima do peso é optar por recheios mais leves, como ricota, abóbora e cogumelo. Se o macarrão for integral, então, o peso na consciência será menor.

Deu até uma fominha, né? É só escolher o prato da vez, comer sem culpa e não esquecer de fazer alguma atividade física para compensar as calorias a mais!

9 benefícios do verão

Sem título

Toda a minha família por parte de mãe prefere o frio ao calor. Confesso que me dá uma certa preguiça quando penso em sair de casa com mais de 30 graus lá fora (aqui em São Paulo o tempo é seco e não tem praia para refrescar) ou então naqueles bichinhos que voam ao redor da luz, mas insistem em cair no seu cabelo e nos pernilongos que não deixam a gente dormir.

Mesmo assim, faço parte daquele time que espera o ano todo pelo verão. Talvez seja pelo fato de a estação combinar com o final de ano, mas acho que o clima das pessoas muda nessa época. Então, já que vamos entrar na reta final do calor, preparei uma lista com os pontos positivos do período para aproveitar esses dias. Vamos conferir?

1. Os dias duram (muito) mais

934918fb5dfb5c903366ca457b6d1f19

Não dava para começar diferente. Na minha opinião, o horário de verão é um dos melhores benefícios do verão. Todo ano, quando outubro se aproxima, eu já fico mais contente. Sim, eu sei que o começo é difícil e que leva um tempinho para nos acostumarmos a acordar uma hora mais cedo, mas é tão gostoso sair do trabalho com sol, não é? Dá uma sensação de que ainda dá para aproveitar o dia. E, se você tiver a sorte de ter nascido em cidade de praia, dá para dar um mergulho antes de voltar para casa.

2. A moda é mais colorida e confortável

cc9ed1ebdd546c3036e292b48f728405

Ok, não há dúvidas de que somos mais elegantes no inverno. Mas, como boa admiradora de peças com cores alegres e estampadas, devo admitir que meu guarda-roupa tem muito mais roupas de verão e que eu sinto que me visto melhor nessa época. Acontece que eu adoro sair por aí de vestido (acho tão prático e feminino) e uso meu bom e velho short jeans até para ir ao shopping, combinado com regatas soltinhas e fofas. E olha, tenho a impressão de que a variedade de peças é muito maior nessa estação. Quer um exemplo? O maiô, que ganhou versões tão lindas que podem ser usadas tanto na piscina como body para ir ao barzinho – pena que ainda não tenha aderido ao look.

3. Cabelos naturais, por favor

57f640c5217cd043e8fce225b33fbc9c

Em que outra época do ano a gente sai sem ter vergonha do aspecto natural dos nossos cabelos? Sou viciada em secador e chapinha, mas me dá calor só de pensar em ligar os aparelhos quando a temperatura está alta lá fora. Ou seja, os fios secam naturalmente e ninguém liga se sairmos com eles nem lá nem cá (resumindo: nem lisos ou com cachos definidos). É tão bom se libertar, mesmo que só por uns dias, de toda essa rotina, não acha? Só não vale deixar de lado os cuidados básicos, como a hidratação e o uso de shampoos próprios para combater o ressecamento.

4. Praia e piscina à vontade

fe0e0c8935b2f9a5b3ead0d062c361c3

Acho que o meu lado carioca, herdado por parte do meu pai, é o responsável por me fazer gostar tanto de praia. Quando tenho um mar por perto, gosto de me arrumar o mais rápido possível para curtir tudo que tenho direito: pular ondas, deitar na canga estendida na areia e tomar água de coco. E por conta do horário de verão, a praia fica ainda mais gostosa no final da tarde. Bom, né? Também dá para curtir a piscina e, de quebra, pegar aquele bronzeado. Ô coisa boa!

5. A disposição para ficar em forma aumenta

084838edf01721fc2898f084ef429bf9

Entendo perfeitamente quem não gosta de academia. Cadê a inspiração para fazer uma série de exercícios em um lugar fechado? Com o calor, é possível praticar uma atividade física ao ar livre. As opções são infinitas: dá para caminhar, pedalar, patinar e até chamar os amigos para disputar uma partida de vôlei. E mesmo quem mora longe da praia, pode mexer o corpo em parques. Ou seja, não tem desculpa para perder aqueles quilinhos a mais.

6. A comida é tão fresquinha e refrescante

f23298a1f34316bca84c16afb3e8763c

Não sou a maior das fãs de sorvetes, mas confesso que não tem nada melhor do que tomá-lo em dias de muito calor. Assim como sucos e vitaminas preparadas com frutas bem fresquinhas e com boa quantidade de água para manter nosso corpo hidratado (como melancia, melão e maçã). Até mesmo uma saladinha, bem temperada, parece uma boa opção. Drinks? A dica é escolher os não-alcoólicos para manter o corpo em funcionamento, mas não tem nada melhor do que uma cervejinha gelada no final da tarde – um copinho a gente perdoa, ok?.

7. A natureza fica mais bonita

1899c66209355c8d37fd50d15b1a3b36

A dupla sol + céu azul com poucas nuvens se encarrega de embelezar qualquer foto. Já reparou como aquela visita que você fez a um ponto turístico de uma determinada cidade ficou mais especial por conta do dia ensolarado? Pois é. Sem falar no nascer ou no por do sol, que assumem cores que eu só vejo nessa época. Até mesmo aquela graminha verde e iluminada parece um ótimo lugar para descansar depois do almoço. Momentos assim merecem uma atenção especial, quem concorda?

8. As pessoas estão muito mais alegres

5bd9104563f0115f7f0f1fa0136c9b6e

Dias cinzas também te deixam deprimida? Comigo é sempre assim: basta ver um céu nublado para que eu me sinta triste. Mas, quando a situação se inverte e o sol chega, é uma felicidade completa. Parece que todos estão mais dispostos, alegres e de bem com a vida, mesmo morrendo de calor. Dá vontade de cumprimentar as pessoas na rua, de marcar aquele programa depois do expediente e programar uma viagem no final de semana. Não é mesmo?

9. Os pés agradecem

9cf0c41cdecd7c132da6a8bd6f59e15e

Como já falei aqui algumas vezes, não nasci com o dom para andar de salto alto. Então, aproveito o verão para sair de rasteirinhas e até chinelos sem qualquer culpa. Deixar os dedos do pé à mostra faz bem, sabia? É que eles ficam tanto tempo coberto por sapatilhas e outros sapatos que é comum notar unhas mais fracas, pele ressecada e até os temidos calinhos. Resolver esse problema é fácil fácil. Vamos começar?

Comidas de festas juninas para comer sem medo!

Chega junho e a gente pensa em quê? Não, não é no Dia dos Namorados. Também não é na Copa do Mundo. Estamos falando de festas juninas e todas aquelas barraquinhas cheias de guloseimas – crepes, pastéis, cachorro quente, doces típicos… Hum, só  de pensar dá água na boca! – O problema é que esse excesso de comida não é nada bom quando a gente sobe na balança. Mas se você não vê a hora de pisar no próximo arraiá, pode comemorar! Alguns alimentos típicos da festa podem, sim, ser consumidos sem ficar com peso na consciência. Vamos conhecer quais são?

Milho

 image

Dá para pensar em festa junina sem milho? Praticamente impossível. O ingrediente é base para quitutes típicos da época como pamonha, curau e canjica e também pode ser encontrado na própria espiga. O fato é que o milho é rico em vitaminas A e C e uma ótima fonte de potássio e ferro, além de auxiliar a função intestinal. A melhor forma de consumo é o milho cozinho, com pouco sal e manteiga. Se você não resiste a um bolo feito com o ingrediente, anote aí: existem opções lights com apenas 80 calorias por porção. Oba!

Vinho quente

image

Você sabia que o vinho tem antioxidantes que ajudam a combater problemas cardiovasculares? Pois é! Então nada melhor do que aproveitar a época e tomar a bebida quentinha. Mas atenção: evite as opções carregadas em açúcar e procure tomar apenas uma dose, já que o álcool em excesso é calórico. De resto, é só aproveitar cada gole e fazer um brinde!

Tapioca

image

Não, você não leu errado. A tapioca é feita com farinha de polvilho e água, então a massa é pouco nutritiva. Por isso, dá para compensar no recheio. Dê preferência a frutas e deixe de lado acompanhamentos calóricos, como doce de leite, leite condensado e chocolate (eu sei, é difícil, mas vale a pena!). Bem gostosinho, vai?

Espetinho

image

Olha só que coisa boa: os espetinhos de carne magra (maminha e alcatra, por exemplo) e frango são superindicados! Isso porque são ótimas fontes de proteína e pouco calóricos. Mas fique só neles, viu? A linguiça contém muita gordura e sódio, o que provoca retenção de líquido e aumento de peso. Então é bom maneirar, ok?

(Via Minha Vida)

Páscoa sem exageros

páscoa 1

O feriado mais doce do ano está prestes a começar! Além de comer muito chocolate, é época de reunir a família e promover almoços fartos. Ou seja, serão três dias (quatro neste ano, já que a Páscoa coincidiu com a folga de Tiradentes na segunda) de muita comida. É claro que ninguém precisa se sacrificar e deixar de comer alguma delícia da época, mas dá para passar pelo período de comilança sem se sentir mal depois. Como? Veja abaixo:

Chocolate
É praticamente impossível não comer um ovo de Páscoa. Com a infinidade de opções, a vontade é ainda maior. Mas não se engane: os recheados são os mais calóricos. Por mais que a tentação seja grande (e põe grande nisso), deixe-os de fora e invista nos feitos com chocolate amargo ou meio amargo. Eles possuem antioxidantes que cuidam da saúde do coração. Prova de que nem todo doce é vilão, viu só? Se a tarefa ainda parecer difícil, aposte no tradicional ao leite.

Quando comer: a melhor hora para se deliciar é após o almoço ou durante a tarde, quando a fome e o risco de exagerar são menores. E nada de comer um ovo inteiro. Um pedaço pequeno é mais do que suficiente.

Versões diet: sim, eles possuem menos açúcar. Mas podem ser tão gordurosos quanto os tradicionais. Por isso, fique atenta ao valor nutricional que vem na embalagem. Para não fazer mal à saúde, é importante que o doce tenha de 50 a 70% de cacau na composição.

Páscoa 2

Almoço light
Sexta-feira Santa combina com o tradicional almoço em que o bacalhau é o protagonista. Se você ficou com água na boca, pode preparar seu prato sem medo: o alimento é de fácil digestão e rico em vários minerais, como fósforo e ferro. Quer mais? Ele é uma das maiores fontes de ômega 3, que reduz o colesterol e ajuda a combater doenças cardiovasculares.

Páscoa 3

Você não come peixe: eu também não. Por isso, as minhas sextas de Páscoa sempre foram movidas a macarrão. Se esse for o seu caso, lembre-se de que, teoricamente, nós não podemos comer carne vermelha nesse dia. Então o jeito é ir de frango ou massa levinha (pode ser integral) com molho suave (tomate e cogumelos são ótimas opções).

Fotos: Pinterest