Top 5: Filmes para comemorar o Dia dos Solteiros

Ficou triste por passar o Dia dos Namorados sozinha? Então trate de se animar porque chegou a sua vez de festejar. Neste sábado (15) comemora-se o Dia dos Solteiros. Sabe o que é mais curioso? É que não existe uma explicação para a origem da data. Tudo o que se sabe é que não tem nada mais justo do que homenagear os solteiros que existem por aí. Temos que concordar, não é mesmo? Para entrar no clima, separei alguns filmes estrelados por pessoas solitárias. Vamos conferir?

Hitch – Conselheiro Amoroso

hitch0

Dá para acreditar que este filme já tem 10 anos? Lembro de quando fui ver no cinema e gostei tanto que até comprei o DVD depois. O que tem de legal: um cara que se apresenta como um “doutor do amor”, disposto a fazer com que qualquer pessoa – inclusive as mais desastradas no quesito – sejam felizes em relacionamentos. Hitch, o personagem que dá origem ao nome do longa, tem a missão de ajudar um contador (que não chama atenção pelos atrativos físicos) a namorar uma socialite. A tarefa rende momentos engraçadíssimos e o mais bacana é que o próprio protagonista não sabe bem o que fazer quando se descobre apaixonado. Água com açúcar das mais gostosas, sabe?

Alta Fidelidade

tumblr_lgcrmytb3m1qfctj4o1_5002

Baseado no livro de Nick Hornby, fala sobre um dono de uma loja de discos mal humorado e que acabou de levar um pé na bunda da namorada. Sem ter muito o que fazer, ele conta com a ajuda de dois amigos para repensar todos os aspectos de sua vida, sempre embalado por trilhas sonoras. Para resumir, é um exercício de reflexão muito bacana que faz com que a gente também reavalie nossas escolhas e hábitos. Para quem gosta de música, então, é um prato feito. Fora que também tem episódios engraçadíssimos. Não por acaso, foi eleito um dos melhores filmes da década passada.

Ela

65_1

Já falei dele antes, no post com os melhores filmes de 2014 (na minha opinião, claro). Muita gente criticou, mas eu gostei justamente por mostrar até que ponto as pessoas chegam para não ficarem sozinhas. Para quem não sabe do que se trata, fala sobre um homem solitário com dificuldade para se relacionar com outras pessoas e que decide adquirir um programa que cria amigos virtuais. Só que ele acaba se apaixonando apenas pela voz desse programa e chega a se envolver em um romance. Mas aí fica a pergunta: será que essa atitude é válida? Vale mesmo fazer de tudo só para não ficar solteiro? Eu adorei exatamente por ser bastante reflexivo.

Se Beber, Não Case

19110425.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx

O que acontece quando quatro amigos decidem comemorar uma despedida de solteiro em Las Vegas? Cenas dignas da melhor comédia dos últimos tempos. Não me lembro se já coloquei este filme em outro Top 5 aqui do blog, mas eu gosto tanto que não tinha como deixar de fora. Fui ver a primeira vez no cinema sem esperar muita coisa, mas ri tanto que precisei me segurar para não incomodar as outras pessoas da sala. E até hoje é a mesma coisa: dou risada nas mesmas partes, mesmo sabendo tudo o que vai acontecer. Nunca viu? Bom, aqui vai um resumo: depois de uma noite insana, os amigos acordam sem saber aonde está o noivo. E aí precisam se lembrar de tudo o que aconteceu para encontrá-lo.

A Rede Social

facebook

Vive conectada no Facebook? Então você sabe que quem criou a rede foi Mark Zuckerberg. Mas aposto que muita gente não sabe que ele só decidiu desenvolver o programa depois de levar um fora da namorada. Ele ficou tão transtornado que resolveu disponibilizar um sistema para vazar fotos de estudantes da universidade em que estudou. A ideia não foi muito bem aceita, mas ele transformou mais tarde em uma rede disponível para todos os universitários compartilharem informações, contatos. O resto da história a gente já conhece e pode ser acompanhada neste filme, que não é lá muito legal, mas dá para ter uma boa visão de uma ideia incrível que nasceu de um pé na bunda. Incrível, né?

Anúncios