[Especial Califórnia] De Los Angeles a San Francisco pela U.S. 1

IMG_3162[1]

Antes mesmo de sair do Brasil rumo à Califórnia, muita gente me dizia que a U.S. 1 era uma das estradas mais lindas do mundo. Depois, quando declarei meu amor por San Diego, me falavam que as melhores paisagens ainda estavam por vir. Não demorou para descobrir que todos estavam certos. A cada cinco minutos, escutava as minhas próprias exclamações “Ahhhh” ou “Noooossa” ou “Que liiiindo”. Foi tudo tão revigorante e fez tão bem para mim que eu já adianto logo de cara: vale, sim, fazer o caminho mais longo e pegar esta estrada!

Construída em 1926, a rodovia tem 2.390 milhas (pouco mais de 3 mil quilômetros) e recebe o nome de 1 por ligar o sul e o norte dos Estados Unidos. É tão extensa que tem diversos nomes por onde passa. Na Califórnia, também é conhecida como Route 1 ou Pacific Coast Highway. A expressão não é à toa, já que em muitas vezes o trajeto acompanha toda a costa da região. Ou seja: de um lado é mar e, do outro, montanhas.

Escolhemos ir de Los Angeles a São Francisco por ela e o percurso demora. Para terem uma ideia, tivemos que fazer tudo em dois dias e no primeiro foram mais de 12 horas dentro do carro. Em outras estradas, dá para chegar ao destino em 6 horas. Mas, claro, não tem mar, montanhas e muito menos as paisagens de tirar o fôlego. Fica a decisão de cada um, mas eu jamais optaria pela opção mais curta.

IMG_2952[1]

Depois que saímos de Los Angeles, passamos por Santa Monica e Venice Beach (que eu contei mais no post anterior) e paramos lá por mais ou menos 1 hora. De lá, seguimos de carro por Malibu. Sim, a praia escolhida por 9 entre 10 celebridades. Da estrada, dá para ver as luxuosas mansões no alto das montanhas. Alguns carros ficam encostados na beira da praia e a maioria deles são de papparazzi. Sabe aquelas fotos que a gente vê em revistas como People que mostram os famosos no mar? Pois é!

Em alguns momentos, a estrada deixa de acompanhar o mar e se une a outras estradas, como a 101. Nessas horas, rolava um pequeno pânico e nem o GPS ajudava muito, Mas aqui vai uma dica: a cada tanto aparecem placas indicando o que fazer para continuar pela Pacific Coast, então não é necessário se preocupar.

Como o caminho é longo, vale fazer uma parada para almoçar. Opções não faltam, já que a estrada passa por grandes cidades, como Santa Barbara e San Luis Obispo. Nós escolhemos Solvang, uma cidadezinha com fundação dinamarquesa que fica fora da rota. Tivemos que desviar e subir a serra. Aos poucos, o mar ficou pequeno.

IMG_3006[1]IMG_3027[1]

Por conta de sua fundação, Solvang tem uma arquitetura fofíssima com direito à casinhas em estilo europeu e, claro, moinhos. Como chegamos na hora do almoço, escolhemos o restaurante Viking Room e pedimos um dos pratos que eu mais gostei em toda a viagem: sopa de cebola. O prato era simples, mas o molho à base de cerveja escura (coisa de viking como o próprio nome do restaurante diz, né) dava um toque especial e extremamente saboroso. Recomendadíssimo!

IMG_3012[1]

Para a sobremesa, fomos na lojinha ao lado que é uma bakery (tipo de doceria) maravilhosa. Escolhi esse grandão da foto, que lembra um pé-de-moleque com cobertura de chocolate. Só de lembrar já fico com água na boca. Além da gastronomia, a cidade também tem lojinhas com vários tipos de souvenirs. E dependendo da época do ano rolam uns festivais, então vale a pena acompanhar o site oficial.

IMG_3104[1]

Depois de deixarmos Solvang, dirigimos por mais ou menos três horas e o caminho, no início, era típico do interior, com plantações, montanhas e muito verde. Eu já estava amando o passeio, mas estava sentindo falta daquele visual de tirar o fôlego que todo mundo me falou. Aos poucos, as casas começaram a sumir e nós nos aproximamos da famosa região do Big Sur. Ali é só mar e montanha. Nada mais. O sol já estava começando a baixar quando eu encontrei a primeira vista incrível. Tive que parar para tirar uma foto e percebi que estava chegando ao norte da Califórnia porque era um frio, mas um frio tão intenso que eu voltei rapidinho.

O trajeto em seguida foi muito legal porque era cheio de curvas sinusosas. Todo mundo já subiu ou desceu serra e já pegou curvas loucas em algum momento da vida, mas acreditem em mim: não é nada comparado ao que eu vi por lá. É tanto zigue-zague que não é difícil enjoar. E dá um certo medo porque é tudo bem estreito com apenas uma faixa para subir e outra para descer. Mas o visual compensa tudo. Juro que vi as paisagens mais lindas de toda a minha vida. Foi algo totalmente inspirador!

IMG_3119[1] IMG_3150[1]

IMG_3164[1]

IMG_3187[1] IMG_3208[1]

Apesar de lindo, o trajeto é bem cansativo. Então, vale a pena se hospedar em algum ponto do caminho para jantar e dormir. Nós ficamos em Marina, cidadezinha ao lado de Monterey. Chegamos tarde e pedimos pizza no quarto mesmo. Partimos bem cedo na manhã seguinte rumo a Carmel, que é tipo uma Campos do Jordão, só que com praia. Resumindo: é uma cidade com casinhas fofas, gente cheia da grana e muitos, mas muitos cachorros. É lindo ver como eles correm felizes na areia.

IMG_3287[1] IMG_3298[1]

 IMG_3303[1]

Por fim, vale a pena falar sobre o famoso passeio 17-mile drive, estradinha que passa dentro de um condomínio luxuoso com mansões daquelas que a gente está acostumado a ver em filmes e um campo enorme de golfe. O nome da trilha veio porque o trajeto todo é feito em 17 milhas (ou 27 quilômetros). A dica é terminar parando o carro em Pebble Beach e se encantar com a praia cheia de rochas e árvores tortas por conta do vento forte. O visual é bucólico, lindo e extremamente natural. Indico para todo mundo!

IMG_3250[1] IMG_3236[1]

Essa foi a minha parte favorita de toda a viagem. E uma prova de que uma viagem não é feita apenas de compras ou parques de diversão. Curtir a natureza, respirar fundo, sentir a alma se renovar e curtir a paisagem em silêncio é algo que não tem preço!

Anúncios

Um comentário sobre “[Especial Califórnia] De Los Angeles a San Francisco pela U.S. 1

  1. Pingback: [Especial Califórnia] O que fazer em San Francisco | Fik Dik

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s