[Resenha] Cinderela – O Filme

l_1661199_fbd1cb1b

Mais alguém aí acha que a Disney acertou em cheio quando decidiu fazer versões live-action de seus filmes clássicos? Há alguns anos, a companhia passou a selecionar algumas histórias que antes eram só animadas para ganharem atores reais. Na lista de adaptações, podemos incluir Alice no País das Maravilhas e Malévola. O conto mais recente a entrar para esse time foi Cinderela, que estreou no final de março deste ano.

Desde que soube da adaptação, fiquei maluca. Não sou a maior das fãs da história da Cinderela, mas perdi a conta de quantas vezes vi o desenho quando era mais nova. Sei todas as falas e os trejeitos dos personagens de cor. Sem falar que a Cinderela é, na minha opinião, a princesa mais clássica de todas. Afinal, o castelo dela foi escolhido para ser símbolo do maior parque temático do mundo.

Estava desesperada para ver o filme, mas precisei esperar um pouco porque ganhei um ingresso na Princess Magical Run válido somente a partir de 2 de abril. Aguardei ansiosamente pela data e consegui assistir nesta semana. Posso afirmar que, se antes eu achava a história da Cinderela bobinha, agora estou apaixonada. É tudo tão mágico nessa nova versão que a gente sai do cinema até tonta.

 ella-and-the-prince-in-cinderella-2015-movie-wallpaper_1660098631

O longa já começa diferente do desenho e acompanha a trajetória de Ella (pois é, esse é o nome dela na nova história) desde que era bebê. Com isso, temos noção de que ela teve uma infância muito feliz ao lado dos pais. Sua mãe, no entanto, morre quando ela ainda é criança, mas a relação de amor com o pai continua firme e forme.

Ella cresce, vira uma moça muito bonita e aceita o pedido do pai, que pede para ser feliz mais uma vez ao lado de uma mulher. Só que essa mulher é a madrasta que nós já sabemos: parece boazinha, mas começa a maltratar a garota depois que se torna viúva. A diferença é que a madrasta ficou muito mais jovem, chique e poderosa na atuação de Cate Blanchett, que usa um figurino TÃO lindo que mais parece uma diva.

Outra coisa bacana é que a moça conhece o príncipe antes do baile. Dá tempo de eles conversarem e nutrirem um sentimento de mistério antes da noite em que o rapaz precisa encontrar uma moça para se casar. Por ser tratada como criada, Ella é proibida de ir ao baile e passa por aquela cena clássica em que seu vestido é rasgado pela madrasta e pelas meias-irmãs.

 cinderella-still-15

A fada madrinha? Sim, ela existe e também é mais nova. Achei muito interessante ver a Helena Bonham-Carter fazendo uma fada fofinha porque ela costuma interpretar personagens doidonas. Ela mandou muito bem no papel, mas sou sincera: prefiro a fada madrinha com jeitinho de vovó.

Fora que o sapatinho de cristal real, e não aquele dos desenhos, é tão maravilhoso que a gente tem vontade de usar, mesmo sabendo que (ao contrário do que a fada madrinha diz) ele não é nem um pouco confortável.

Achei tudo lindo: o local onde o filme é retratado, cheio de verde, a casa onde ela mora, as roupas, os ratinhos (o Tatá não fala, mas é gordinho e guloso igual o do desenho), as irmãs pentelhas, o pai fofo do príncipe, enfim… Como falei lá em cima, é como se a gente voltasse no tempo e estivesse vendo a mesma história com olhos de criança.

 cinderella_in_dress

Todo esse clima de magia talvez tenha sido responsável por me fazer chorar em muitos momentos. E a lição que fica é justamente a que a mãe dela diz: Tenha coragem e seja gentil. Se a gente não tiver medo de correr atrás dos nossos sonhos e tratar o mundo com bondade, a vida fica muito mais fácil.

Vale lembrar: antes filme, é exibido um curta-metragem do filme Frozen. A historinha gira em torno do aniversário de Anna. Elsa decide criar várias surpresas para a irmã, mas se esforça tanto que acaba ficando gripada. Cada vez que espirra, solta bonequinhos de neve muito bagunceiros que querem estragar a festa. Todos os personagens do filme-febre estão lá, incluindo Olaf. É bem fofo!

Frozen-Fever-48

Avaliação: ♥♥♥♥♥

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s