[Resenha] Livro Simplesmente Acontece – Cecelia Ahern

simplesmente-acontece-frente_1.jpg.1000x1353_q85_crop

Muita gente que eu conheço é fã da autora Cecelia Ahern. Eu a conheci por conta do filme P.S. Eu te Amo, inspirado em um livro seu. Não gostei do longa e peguei uma birrinha terrível da escritora. Em 2013, resolvi dar uma chance e li O Livro do Amanhã. A história até era bonitinha, mas fiquei um pouco confusa.

Não pensava em ler outra obra dela, até que uma amiga me disse que tinha amado o livro Simplesmente Acontece. Já tinha visto a capa dele algumas vezes, sabia que ia virar filme (que, aliás, já está em cartaz), mas não me convenceu muito. Acabei comprando para ver se era tudo isso mesmo e gostei logo de cara.

A história gira em torno de Rosie e Alex, melhores amigos desde a infância. Eles crescem, passam pela adolescência e então descobrem que Alex vai ter que se mudar para os Estados Unidos, pois seu pai recebeu uma proposta de emprego por lá. O que poderia representar o término da relação entre os dois só faz com que o vínculo seja mais forte. Eles continuam se falando e fazendo planos para o futuro, até que Rosie engravida na noite do baile de formatura.

Alex e Rosie em cena do filme e interpretados por Lilly Collins e Sam Clafin

Alex e Rosie em cena do filme e interpretados por Lilly Collins e Sam Clafin

O nascimento de Katie faz com que Rosie permaneça na Irlanda, desista de entrar na faculdade e viva trabalhando em locais ruins que lhe pagam um salário baixo. Alex, por sua vez, passa a estudar medicina e logo se torna um importante cirurgião. Apesar de ser apaixonada por Alex, ela não tem coragem de assumir o que sente e sempre dá aquela velha desculpa de que o importante é que ele seja feliz (quem nunca?).

Simplesmente Acontece nada mais é do que o relato dos acontecimentos da vida. Tanto Rosie quanto Alex se casam com pessoas que não amam, vivem fazendo escolhas erradas, formam famílias e precisam lidar com a frustração para amadurecem. É mais ou menos o que acontece com todas nós.

O mais bacana é que o livro é inteiramente narrado em forma de cartas, mensagens, e-mails e outras formas de contatos escritos. Por isso, é uma leitura gostosa, prática e informal. E como toda boa história, alterna momentos tristes com outros engraçadíssimos, principalmente quando a Ruby, a melhor amiga de Rosie, aparece. Outra parte muito divertida é a conversa na sala de bate papo dos divorciados.

As minhas juntas decidiram fazer greve. Estavam todas esparramadas de maneira preguiçosa pela cama, segurando cartazes e gritando: “estamos em greve! Estamos em greve”. Os quadris eram os líderes da conspiração” (Ruby)

Talvez o sucesso da obra esteja na proximidade com a realidade. Além da escrita leve, tem todo aquele mistério que sempre cerca a amizade entre um homem e uma mulher. Afinal, será que dá para ter um amigo ou você vai acabar se sentindo atraída por ele? E no caso do homem, dá certo?

Como começa quando os protagonistas são crianças e termina quando eles chegam aos 50 anos, o livro é bem longo com quase 500 páginas. Mas prende tanto que a leitura flui de forma rápida e sem que o leitor perceba. Tudo o que queremos saber é se os dois finalmente ficarão juntos.

Apesar de todos os pontos positivos, achei que alguns trechos se arrastam, especialmente quando Rosie está com 26 e 32 anos. Em alguns momentos, a narrativa é um pouco lenta e não acontece nada de novo. Em compensação, os últimos capítulos são totalmente atropelados. Em um momento, Rosie está com 40 anos e, na página seguinte, tem 50. Deu a impressão de que a Cecelia Ahern perdeu o rumo da história e precisava terminar logo.

Não sei ao certo se a promessa que fizemos quando crianças era um pouco realista, de ficarmos lado a lado para sempre, mas continuamos a ser amigos em lados diferentes do oceano por mais de vinte anos, e tenho certeza de que isso é uma proeza” (Rosie)

É bonitinho, muito bem escrito e ficou longe da piração de O Livro do Amanhã. Mas é tão real que não me surpreendeu. Eu teria feito um final diferente e mais dramático. De qualquer forma, é a pedida ideal para quem procura um romance divertido e diferente.

Avaliação: ♥♥♥♥

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s